Curiosidades, Saúde

O que é Hanseníase?

O que é Hanseníase?

Popularmente conhecida como Lepra, a Hanseníase é uma infecção causada por bactérias. Hoje vou te contar mais sobre isso.

O que é Hanseníase?

É uma doença crônica, transmissível, causada pela bactéria Mycobacterium leprae. Ela pode afetar pessoas de todas as idades e ambos os sexos. Antes conhecida somente por Lepra, o termo “hanseníase” foi dado em homenagem ao médico norueguês Gerhard Armauer Hansen, que foi o responsável por descobrir a causa da doença em 1873.

A Hanseníase é transmitida entre as pessoas através de secreções, como a saliva e o muco nasal. Ela é transmitida ao tossir, falar, espirrar ou beijar. Diferentemente da crença popular, ela não é uma doença altamente contagiosa, como a Peste Negra, por exemplo.

A Hanseníase na história

A Hanseníase hoje tem cura. Essa doença foi relatada há mais de 3000 anos atrás. Ao longo da História, ela foi considerada uma praga enviada pelos deuses  e os “leprosos” foram excluídos da sociedade.

A má nutrição e falta de saneamento básico, que era comum na maior parte dos povos, contribuiu grandemente para a alta incidência de Lepra naquela época. A melhora sócio-econômica da população foi responsável pela grande queda no número de novos casos da doença.

Leia também: Conheça o Hospital Colônia de Itapuã, exílio para pacientes de Lepra

A Hanseníase chegou na América do Sul através dos invasores coloniais e também dos escravos africanos. Por muitos anos a doença foi incurável, o que fazia a população ter medo dos doentes. A terapia multi-droga, usada hoje para curar a doença, foi descoberta em 1981 pela Organização Mundial da Saúde.

Sintomas da doença

  • Aparecimento de caroços ou inchaço nas orelhas, mãos e cotovelos.
  • Manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou pardas na pele.
  • Alteração de temperatura nos locais onde têm manchas.
  • Perda de sensibilidade em algumas partes do corpo.

  • Dormência em algumas regiões do corpo.
  • Fraqueza e perda de sensibilidade nos pés, mão e rosto.
  • Comprometimento dos nervos periféricos.

Tratamento

O tratamento é feito com o uso de antibióticos durante seis meses ou um ano, dependendo do caso. A medicação é distribuída gratuitamente pelo Ministério da Saúde do nosso país.

Atenção

O tratamento embora longo é eficaz. Desde a primeira dose do medicamento a doença não é mais transmitida. É indicado que todos os familiares e pessoas próximas ao doente passem por avaliação médica, para avaliar a possibilidade de mais um caso da doença. Não é necessário se afastar dos portadores da doença. Como falado anteriormente, ela não é altamente contagiosa e tem cura.

Você conhecia as características dessa doença? Conta pra nós!

Leia Também: