Curiosidades

Windsor: O maior castelo ainda habitado do mundo!

Windsor: O maior castelo ainda habitado do mundo!

Todos adoramos um castelo, afinal a arquitetura, a quantidade absurda de quartos e a elegância da construção simplesmente nos enchem  os olhos. Entretanto, você conhece o maior castelo ainda habitado do mundo? Apresento a você Windsor!

O Castelo de Windsor é até os dias de hoje uma residência real. Ele fica em Windsor, Inglaterra, e é uma construção cuja história é notável, por lá viveram associadas famílias reais britânicas e inglesas. Ele foi construído no século XI depois que Guilherme I conquistou a normanda da Inglaterra e desde então o local tem sido usado pelos monarcas, sendo o castelo há mais tempo habitado de toda a Europa.

Ele se destaca pela grande beleza de seus quartos que certa vez foram descritos pelo historiador Hugh Roberts comom”uma sequência soberba e inigualável de quartos amplamente considerados como a expressão mais completa do posterior gosto jorgiano”. Lá você também encontra a Capela de São Jorge do século XC, considerada uma das mais supremas realizações da arquitetura perpendicular gótica inglesa! Hoje vivem e trabalham no castelo mais de 500 pessoas.

Projeto

No princípio sua construção tinha como objetivo proteger a dominação normanda dos arredores de Londres, isso além de vigiar de forma estratégica o Rio Tâmisa e por isso o Casdelo de Windsor foi construído com estrutura de castelo de mota com três alas que tem como objetivo cercar uma colina central. Com o tempo, ele foi gradativamente substituído por fortificações de pedra e conseguiu aguentar a Primeira Guerra dos Barões ainda no século XIII. Dentro do castelo existe um luxuoso palácio construído por Henrique III e depois Eduardo III por além e reconstruiu toda a fortificação, assim construindo um grande conjunto de edifícios belíssimos que tornariam o castelo o mais caro projeto de construção secular de toda Idade Média na Inglaterra. O projeto de Eduardo ficou em vigor até o período Tutor quando Henrique CIII e Isabel I começaram a utilizar o castelo como corte real e centro de entretenimento diplomático.

Sobrevivente das eras

O Castelo de Windsor foi capaz de sobreviver ao complicado período da Guerra Civil Inglesa e neste período foi utilizado como quartel-general militar onde foram abrigadas as forças parlamentares. Inclusive, o local foi cativeiro de Carlos I. Quando a Inglaterra se reergueu com Carlos II, ele decidiu reconstruir grande parte da edificação e contou com o arquiteto Hugh May para isso, criando um grande conjunto de extravagantes interiores que seguiam a linha barroca e ainda hoje deixam quem visita o local de boca aberta. Depois, Jorge III e Jorge IX renovaram todo o palácio após um grande período de negligência no século XVIII.

Foi neste período que, com um gasto colossal, modificou todos os Apartamentos de Estado colocando nele móveis estilo rococó, gótico e barroco. Vitória fez algumas modificações no lugar e o transformou em um centro de entretenimento real. O local também serviu como refúgio a família real durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial, além disso houve um grande incêndio em 1992 ao qual ele sobreviveu. Hoje o local é um ponto turístico muito popular, sendo a casa de final de semana preferida de Isabel II.

Gostou da matéria? Comente!

Leia Também: