Curiosidades

A curiosa história do homem que foi atingido por raios 7 vezes

A curiosa história do homem que foi atingido por raios 7 vezes

Embora as chances de ser atingido por um raio sejam relativamente baixas, um homem americano teve o azar de ser surpreendido por uma descarga elétrica do tipo SETE vezes, mas também teve a sorte de sobreviver a todas elas para contar a história. Roy Sullivan nasceu em Greene County, no estado americano da Virgínia, em 1912 e sempre foi uma pessoa que adorava passar o tempo ao ar livre. Talvez isso tenha sido uma das motivações para ele decidir se tornar guarda florestal, uma profissão que ele desempenhou de 1936 até sua aposentadoria e que também pode ter contribuído para o fato de ele ter sido atingido por raios em sete ocasiões. No entanto, embora seu trabalho como guarda florestal o coloque em um risco ligeiramente maior de ser atingido por um raio do que uma pessoa qualquer, não há como explicar a probabilidade de 4,15 em 100.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000 de Roy Sullivan ter sido atingido sete vezes e ainda viver para contar sobre isso.

Canecas para Presente

A primeira vez

A primeira descarga recebida ocorreu em 1942, quando Roy Sullivan estava de plantão durante uma grande tempestade em um mirante chamado Millers Head, no Parque Nacional de Shenandoah. Um primeiro raio atingiu a torre, que por sua vez pegou fogo rapidamente. Sullivan tentou fugir, mas logo foi atingido por um segundo raio a poucos metros da torre, queimando uma parte da sua perna direita e deixando até um buraco no seu chapéu. Curiosamente, ele considerou essa a pior descarga de todas que recebeu.

A segunda

Vinte e sete anos depois, em julho de 1969, Roy Sullivan estava novamente de plantão, dessa vez dirigindo em uma estrada montanhosa quando um raio atingiu a janela aberta da sua caminhonete. Na ocasião, seus cabelos pegaram fogo e ele perdeu a consciência. O caminhão fora de controle só foi parar perto da beira de um penhasco.

A terceira

No ano seguinte, Roy Sullivan estava simplesmente andando no jardim de sua propriedade quando um raio atingiu um transformador de energia nas proximidades, o que fez com que uma das descargas fosse em sua direção. Roy foi derrubado e sofreu queimaduras leves no seu ombro esquerdo.

Quarta e quinta

As duas descargas sofridas posteriormente também ocorreram em serviço. Em 1972, Roy estava trabalhando em sua estação da guarda florestal quando outra tempestade atingiu o local, mais uma vez colocando fogo em seu cabelo. No ano seguinte, em agosto de 1973, ele estava trabalhando quando viu uma nuvem de tempestade se aproximando. Ele tentou fugir, mas um raio ainda assim o atingiu. Este incidente o levou a acreditar que poderia haver algo em seu corpo que atraia os raios, o que o fez dizer: “Eu nunca fui um homem medroso. Mas quando eu ouço trovão agora, eu me sinto um pouco trêmulo”.

Sexta e sétima

Em 5 de junho de 1976, Roy Sullivan novamente tentou fugir de uma nuvem de tempestade que parecia estar seguindo-o. Novamente, um raio o atingiu (como sempre), o que deixou o seu tornozelo ferido. Sua última descarga recebida ocorreu em 25 de junho de 1977, quando ele estava pescando em uma lagoa. O raio atingiu-o mais uma vez colocando fogo no cabelo e queimando parte do seu peito. Como se isso não bastasse, depois que ele foi atingido, um urso veio até ele e tentou roubar o peixe que ele havia pescado. No entanto, Roy ainda encontrou forças para afastar o urso com um pedaço de madeira.

O que aconteceu depois com o “Para-raio Humano”?

Como você pode ver, Roy Sullivan pode ter sido o homem mais sortudo ou mais azarado do mundo, dependendo de como você analisa todo o seu passado “elétrico”. Apesar de ser atingido por raios sete vezes, ele sobreviveu a todas as descargas e viveu até os 71 anos. Ele morreu em 28 de setembro de 1983, quando atirou em si mesmo com um revólver, muito provavelmente por conta de um caso de amor não correspondido. No entanto, o seu “legado” continua, já que ele ainda figura no Guinness Book (livro dos recordes) como a pessoa atingida pelo maior número de raios em toda a sua vida.

Roy Sullivan foi um homem de sorte ou um azarado? Deixe o seu comentário com a gente!

Leia Também: