Curiosidades

7 comidas bizarras que eram consumidas nos Estados Unidos do século 18

7 comidas bizarras que eram consumidas nos Estados Unidos do século 18

Por incrível que pareça, coisas bizarras são relativamente comuns nos Estados Unidos. Por se tratar de um verdadeiro “caldeirão de culturas”, algumas regiões do país ganharam uma certa reputação por suas peculiaridades, muitas delas provenientes das tradições de povos imigrantes. Curiosamente, no século 18 as coisas eram ainda mais estranhas na terra do Tio Sam, já que muitos desenvolvimentos significativos moldaram o país naquela época, o que também trouxe à nação a primeira onda de peculiaridades com relação à sua culinária. Confira a seguir alguns exemplos de pratos bizarros que surpreendentemente eram um tanto comuns nos EUA do século 18.

7. Torta de enguia

Talvez você não saiba, mas os americanos do período colonial eram obcecados por enguias. Na Nova Inglaterra, essas criaturas marinhas era geralmente capturadas usando lagostas como isca em armadilhas especialmente produzidas. Além das receitas tradicionais, era comum a produção de tortas com enguia cozida para eventos especiais.

6. Ketchup feito de ostras, cogumelos, nozes e anchovas

O ketchup à base de tomate que conhecemos hoje não tem nenhuma semelhança o “ketchup” que os americanos desfrutavam no século 18. Na verdade, ele sequer tinha tomates! A mistura do molho da época colonial era feita de anchovas, ostras, cogumelos e nozes, uma estranha combinação de ingredientes para os dias atuais.

5. Sopa de tartaruga

As pessoas que eram ricas naquela época gostavam de tomar sopa de tartaruga para mostrar seu “valor” e “status social”. O comércio imperial nas colônias também beneficiou as comunidades ricas da França e da Grã-Bretanha, o que também contribuiu para a popularização do prato entre a elite da época. Esse prato pra lá de curioso era geralmente preparado com vinho e manteiga.

4. Cauda de castor

A região dos Grandes Lagos na América do Norte foi palco de um comércio de peles bastante agressivo no século 18, o que era uma resposta à crescente população de castores na região. Consequentemente, isso também deu origem a uma iguaria muito peculiar da América colonial: a cauda de castor assada. A carne tipicamente gorda chegou a ser descrita como uma “gordura essencialmente saborosa” por um escritor contemporâneo de receitas, uma definição tão estranha que é difícil imaginar que esse gosto tenha deixado tantas pessoas com água na boca.

3. Geleia salgada com cortes de carne

Popularmente conhecido como “aspic”, este é um dos poucos pratos do século 18 que ainda são servidos em muitos restaurantes e lanchonetes locais. É incrível ver como as pessoas da época conseguiram transformar pedaços de carne de baixa qualidade em algo que conseguia figurar até em cardápios de restaurantes cinco estrelas. No entanto, convenhamos que ainda assim continua sendo algo muito bizarro.

2. Sorvete de ostra

Foi a segunda metade do século 18 que impulsionou a fama do amado sorvete nos Estados Unidos, mas alguns sabores não eram tão “normais” quanto os outros. A ex-primeira dama dos Estados Unidos, Dolley Madison, gostava do sorvete com sabor de ostra, fazendo até visitas frequentes ao rio Potomac para saboreá-los.

1. Geleia de pé de bezerro

Os habitantes dos Estados Unidos do século 18 testemunharam uma obsessão anormal por geleias que levava as pessoas a transformar qualquer coisa em uma mistura gelatinosa, até mesmo o pé de um bezerro! A geleia do pé do bezerro era um dos itens mais populares da lista e era feita ao ferver o casco de um bezerro em gelatina. E aí, vai encarar?

E você, qual das comidas achou a mais bizarra? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: