Curiosidades

O que é um investidor-anjo?

O que é um investidor-anjo?

O mundo dos negócios é enorme, todos os dias novos empreendedores surgem com sonhos e vontade de fazer sua marca ser reconhecida no mercado. De acordo com uma pesquisa realizada pelo GEM, em 2017 o Brasil tinha 49,3 milhões de empreendedores, um número três vezes maior quando comparado a 2007 que tinha somente 14,6 milhões.

Na última sexta (28) estreou no canal Sony a terceira temporada do “Shark Tank Brasil” um reality show de empreendedores, apesar de ter assistido as outras temporadas, teve uma pergunta que me veio à cabeça e eu não poderia deixar de escrever sobre. Existem vários tipos de investidores, entre eles, o investidor-anjo, mas o que é isso? Bom, se você também ficou curioso, iremos explicar agora mesmo.

Investidor-Anjo

O que é?

Investidor-anjo pode ser uma pessoa física ou jurídica que faz investimentos com o seu próprio capital em empresas que estão nascendo e possuem um grande potencial de crescimento. Na maior parte das vezes, um investidor-anjo já trilhou uma carreira de sucesso e possui recursos suficientes para investir em novas empresas.

Um investidor-anjo só entra em um negócio quando ele tem a plena convicção de que essa nova empresa vai crescer o suficiente e trará um retorno favorável. Ele também aplica todo o seu conhecimento e experiência para orientar o novo empreendedor e aumentar grandemente as chances de obter sucesso, consequentemente, ensina a superar as barreiras que surgem no mundo dos negócios.

Investidor-Anjo

Como Surgiu?

Investimento-anjo não é algo tão novo quanto parece, o termo foi criado em 1920 e fazia referência direta aos patronos no setor teatral que bancavam os custos das produções realizadas na Broadway que na grande parte das vezes precisavam de vários cenários, figurinos, além dos custos com a equipe técnica.

Anjos Brasileiros Vs. Anjos Americanos

O número de empreendedores no Brasil está crescendo com o passar do tempo, porém quando se diz respeito aos investidores-anjos, o mercado ainda precisa crescer. Para se ter ideia, um pesquisa realizada pelo “Anjos do Brasil”, em 2013 haviam por aqui cerca de 6.500 anjos investindo R$ 2,6 bilhões em novos negócios, enquanto nos Estados Unidos haviam 298.800 investindo US$ 24,8 bilhões.

Investidor-Anjo

O principal fato para que esse tipo de investimento seja tão baixo aqui no Brasil, é o alto custo de oportunidade  que é imposto pela elevada taxa básica de juros que temos. É bem mais difícil encontrar investimento que renda mais do que a taxa básica de juros aqui no Brasil do que nos Estados Unidos.

Atualmente o Brasil possui uma cultura empreendedora pouco desenvolvida. Para que nosso país possa alcançar números altos de investimento-anjo, é necessário que se utilize políticas públicas e estímulos para desenvolver a cultura e a educação do empreendedorismo aqui.

Gostou da matéria de hoje? Não esquece de comentar e compartilhar esse post!

Leia Também: