Curiosidades

Conheça 6 tipos de ovos que você não sabia que são comestíveis

Conheça 6 tipos de ovos que você não sabia que são comestíveis

A galinha é um animal que serve como um alimento muito popular em todo o mundo, principalmente quando se trata de servir refeições com muita proteína. Mas além da carne da galinha, os seus ovos também são populares na culinária mundial devido à sua natureza versátil, textura e sabor agradável.

Mas apesar das várias maneiras pelas quais eles podem ser preparados, comer ovos de galinha sempre será uma experiência “comum”, não importa como eles sejam feitos. Talvez seja por isso que existam algumas pessoas desejam algo mais “incomum” do que um simples ovo de galinha. Elas podem querer algo mais rico, mais leve, ou talvez algo um pouco mais inusitado, como por exemplo, os ovos de outros animais.

A seguir, você pode conhecer alguns ovos incomuns que você provavelmente não sabia que são comestíveis. Confira!

6. Ovo de emu

Muitas vezes confundido com o avestruz devido ao seu tamanho similar e pescoço longo, o emu é uma enorme aves cujos ovos têm uma demanda significativa em algumas partes do mundo. Os ovos de emu pesam cerca de 1 kg e apresentam uma cor azul esverdeada impressionante. No entanto, o que mais atrai as pessoas interessadas é o fato de que um ovo de emu equivale a cerca de 12 ovos de galinha.

Eles são compostos por 50% de clara e 50% de gemas, podendo ser usados ​​para uma variedade de pratos. Vale destacar que comer ovos de emu é mais comum na Austrália, onde essas aves são endêmicas. A demanda australiana por ovos de emu aumentou à medida que programas de culinária e restaurantes passaram a adicionar esses ovos aos seus cardápios, seja cozido, frito ou até mesmo transformando-os em ingredientes para frapês. Um prato com um único ovo de emu pode servir até seis pessoas, o que ajuda a explicar o seu preço alto, que pode chegar até $ 20 dólares em solo australiano.

5. Ovo de crocodilo

Muitas pessoas pensam no crocodilo como um réptil feroz, quase pré-histórico e que possui dentes bastante afiados juntamente com uma pele escamosa. No entanto, outros podem ver essas criaturas como uma fonte de alimento, seja por conta da sua carne ou, curiosamente, pelos seus ovos. Na verdade, a carne de crocodilo e os ovos são tão populares em lugares como a Jamaica e a Austrália que essa espécie passou a correr o risco de se tornar ameaçada nesses locais!

Ainda assim, aqueles que desejam apreciar um ovo de crocodilo não costumam medir esforços na hora de procurar por ninhos que não estão sendo observados pela mamãe crocodilo. Vale destacar que esses ovos precisam ser bem lavados porque muitas vezes acabam servindo como hospedeiros de fungos. Nas Filipinas, uma das maneiras mais populares de comê-los é transformá-los em sorvete! Quem diria, não é mesmo?

4. Ovo de formiga

Pequenas e capazes de elevar mais que o dobro do seu tamanho, as formigas têm inúmeros usos. Em alguns países, a ingestão dos seus ovos é uma tradição que vem sendo praticada há anos. Eles vêm em vários tamanhos, dependendo do tipo de formiga e da região em que vive. Por exemplo, ovos de formigas vermelhas da Tailândia são muito maiores que o os das formigas comuns.

Os ovos de formigas vermelhas podem ser usados ​​em saladas, transformados em caril ou cozidos em omeletes. No México, eles são chamados de “escamoles” e são comidos desde a época dos astecas. Há quem diga que eles têm um sabor levemente azedo. Muitas vezes, eles também podem ser servidos sozinhos, frequentemente comidos com guacamole e batatas fritas.

3. Ovo de caracol

Comer caracóis remonta aos tempos romanos, quando esses moluscos eram frequentemente cozidos e servidos. Por outro lado, comer ovos de caracol é uma tendência completamente bizarra que está crescendo rapidamente em popularidade em lugares como a Itália, onde esses animais são alimentados com dietas especiais para “acelerar o processo de fabricação dos ovos”. Na França, a alta demanda existe devido à superstição de que esse alimento pra lá de inusitado pode melhorar a vida sexual e promover a longevidade.

Nos restaurantes, eles são geralmente preparados para servirem como acompanhamentos de torradas. Há quem diga que seu sabor é comparável ao do caviar, porém mais fedorento e mais “herboso”. Vale destacar que os ovos de caracóis também podem ser servidos grelhados com molhos especiais.

2. Ovo de tubarão

Nos últimos anos, houve um aumento no consumo de tubarões pelo mundo. Desse modo, seja por sua carne ou por suas barbatanas, os tubarões podem ser encontrados nos cardápios de certos restaurantes espalhados pelo planeta. No entanto, se você tiver “sorte”, também poderá encontrar algum lugar que venda os ovos não fertilizados dessas criaturas.

Os ovos de tubarão são relativamente grandes e podem ser cozidos da mesma maneira que os de galinha. Nas Maldivas, o consumo dessa iguaria ganhou tanta popularidade que as restrições à pesca dos tubarões tiveram que ser postas em prática pelo governo local. Acredita-se que os ovos de tubarão moídos e secos fornecem inúmeros benefícios dietéticos, incluindo a adição de nutrientes que estão faltando nas dietas de muitos asiáticos. Além de serem usados ​​em omeletes, eles também podem ser cozidos, fritos e até assados.

1. Ovo de polvo

Na maioria dos casos, os ovos de polvo não são comidos da mesma maneira que os outros. Isso porque eles ainda ficam localizados dentro da fêmea quando o animal é cozido inteiro. No entanto, em alguns lugares, como o Japão, eles são retirados e usados ​​para servir como recheio de sushi. Se o polvo em questão for grande o suficiente, os seus ovos podem até ser usados ​​como substitutos de carnes ou vegetais dentro do sushi.

Vale destacar que em alguns países, especialmente na Ásia, sacos com esses ingredientes peculiares podem ser vendidos para aqueles que buscam prepará-los em casa. Curiosamente, em alguns locais eles são conhecidos popularmente como “ovos alienígenas”, por causa da sua aparência bizarra. Mas embora eles não sejam de origem alienígena, o fato de comê-los pode realmente ser uma “experiência de outro mundo”.

E você, estaria disposto a provar algum deles? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: