Curiosidades

Saiba quem são os bateristas mais ricos do mundo

Saiba quem são os bateristas mais ricos do mundo

É muito difícil encontrar alguma uma banda de rock de sucesso que não tenha um baterista. De fato, os bateristas são os grandes responsáveis por adicionar a batida certa e o entusiasmo ideal ao grupo. Em outras palavras, eles servem como a espinha dorsal de qualquer ato musical. Eles até podem não contar com tanto tempo de exibição ou publicidade quanto os vocalistas, mas isso não os torna menos importantes.

Canecas para Presente

Também vale destacar que os bateristas têm uma vida relativamente mais difícil em comparação com seus companheiros de banda, considerando que, para praticar seu instrumento, eles precisam de vizinhos bem legais ou de tempo e lugares especificamente designados para tocar a bateria, sem mencionar todo o esforço envolvido no transporte dos seus equipamentos e a sua devida instalação.

Pensando nisso, nós do TriCurioso resolvemos explorar a vida, ou melhor, a conta bancária desses profissionais. Na lista a seguir, você vai descobrir quem são os bateristas mais ricos do mundo de acordo com o patrimônio líquido de cada um (lembrando que os valores são mostrados em dólares americanos). Confira!

7. Don Henley (US $ 200 milhões)

Como um dos membros fundadores da banda de rock americana Eagles, Don Henley é também um dos bateristas mais notáveis de todos os tempos. Seu patrimônio líquido está estimado em US $ 200 milhões, o que não é nada mau quando olhamos para o legado dele e dos Eagles na indústria do rock and roll.

Atualmente, Don Henley é o único membro fundador que permanece fazendo parte do Eagles, tocando junto com dois novos membros, Joe Walsh e Timothy B. Schmit. Após a morte do fundador Glenn Frey, Henley declarou que não sabia se a banda iria se apresentar novamente, mas eles voltaram para uma turnê em 2017.

6. Charlie Watts (US $ 200 milhões)

Charlie Watts é membro dos Rolling Stones desde 1963. Ele é o baterista de longa data da banda, tendo sido convidado por Mick Jagger, Keith Richards e Brian Jones para tocar no grupo quando estes ficaram impressionados com as habilidades de Watts na bateria.

Charlie Watts tem uma longa lista de contribuições para o mundo musical, tendo sido incluído na lista dos “100 Maiores Bateristas de Todos os Tempos” da revista Rolling Stone. Na ocasião, Watts ocupou o 12º lugar. Seu patrimônio está estimado na casa dos US $ 200 milhões.

5. Phil Collins (US $ 250 milhões)

Phil Collins é um artista que realmente podemos considerar multitalentoso. Ele não apenas toca bateria, mas também canta, escreve músicas, atua e também é produtor de discos, sem mencionar o fato dele tocar vários outros instrumentos. No entanto, a bateria foi a responsável por tornar a sua carreira particularmente lendária. De fato, Collins é considerado por muitos uma das maiores influências na bateria em toda a indústria da música.

Taylor Hawkins, o notável baterista do Foo Fighters, está entre os vários bateristas que já chegaram a citar Collins como uma de suas maiores influências. Também vale a pena mencionar o interessante fato de Collins ser canhoto, fazendo com que todo o seu equipamento seja especialmente adaptado.

4. Dave Grohl (US $ 280 milhões)

Canecas para Presente

Ainda que você não seja um grande entusiasta do mundo do rock and roll, existe uma grande probabilidade de você já ter ouvido falar em um cara chamado Dave Grohl antes. Grohl é o fundador do Foo Fighters, que existe desde 1994. No entanto, antes disso, ele era o baterista do Nirvana. Os membros desta banda acabaram se separando após a morte trágica de Kurt Cobain.

Dave Grohl também participou de muitas apresentações do Queens of the Stone Age. Suas habilidades como baterista o ajudaram a entrar no Hall da Fama do Rock and Roll junto com seu ex-colega de banda, Kurt Cobain, algo mais que merecido para essa lenda do rock.

3. Lars Ulrich (US $ 300 milhões)

Poucas bandas possuem um som tão hardcore quanto o Metallica e é a partir disso que você pode ouvir as incríveis habilidades de baterista do Lars Ulrich. Vale destacar que não só ele é o baterista do Metallica, como também é o co-fundador da banda. Ele e James Hetfield formaram o Metallica em 1981 e foram introduzidos no Hall da Fama do Rock and Roll em 2009.

Eles também estão planejando lançar o décimo primeiro álbum do grupo, embora não haja um cronograma muito detalhado do projeto para que os fãs possam antecipar o lançamento, até porque a banda está frequentemente em turnê. Curiosamente, além de seu trabalho no Metallica, Ulrich também se interessou por atuar. Ele apareceu brevemente na comédia “O Pior Trabalho do Mundo”, de 2010, além de também ter recebido um papel no filme da HBO, “Hemingway & Gellhorn”.

2. Larry Mullen Jr. (US $ 300 milhões)

Como co-fundador e baterista da internacionalmente famosa banda de rock, U2, não deveria ser surpresa para ninguém o fato de que Larry Mullen Jr. possui um patrimônio astronômico de US $ 300 milhões.

Larry Mullen Jr. é mais conhecido por seu “estilo militarista” de tocar bateria, o que o ajudou a se destacar mesmo quando ainda era um garoto. O U2 foi fundado em 1976 e Mullen Jr. faz parte do grupo desde os seus primeiros dias.

1. Ringo Starr (US $ 350 milhões)

De certo modo, não é surpresa para ninguém o fato de que Ringo Starr, o mundialmente famoso baterista dos Beatles, possui um patrimônio estimado na casa dos 350 milhões de dólares. Starr não só serviu como o baterista do grupo, mas também foi o responsável pelos vocais da banca em certas ocasiões, tendo inclusive recebido os créditos com as gravações das músicas “Octopus’s Garden” e “Don’t Pass Me By”, além de também ter recebido os crédito por escrever outras canções.

Atualmente, Ringo Starr ainda está se apresentando sozinho, embora não tanto quanto costumava fazer no passado. Ele lançou um novo single em 2017 chamado “Give More Love”, que foi seguido por seu décimo nono álbum de mesmo nome.

E você, curte o trabalho de algum dos bateristas listados? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: