Curiosidades, História

Conheça as 6 cidades mais prósperas do mundo antigo

Conheça as 6 cidades mais prósperas do mundo antigo

Nos dias de hoje, quando pensamos nas cidades mais ricas, imagens de arranha-céus imponentes, estradas com infraestruturas modernas e prédios arquitetonicamente inovadores costumam ser as primeiras coisas que vêm à nossa mente. Como as cidades modernas estão associadas à riqueza no mundo de hoje, pode ser fácil esquecer que o mundo antigo também já contou com impérios e cidades que desfrutavam de grande riqueza e vida cultural próspera.

Muitas vezes, capitais de grandes impérios, como Cuzco, capital do império inca, ou Xiam, uma das grandes capitais históricas da China, eram centros de riqueza e prosperidade por causa de seus vínculos com poderosas rotas comerciais. Pelos padrões modernos, essas localidades eram tão ricas (se não mais ricas) do que algumas das grandes cidades que conhecemos hoje.

Com isso em mente, resolvemos listar algumas das maiores, mais poderosas e mais ricas cidades nos tempos antigos. Você vai ver que algumas cidades eram verdadeiros centros de tecnologia, artes e conveniências relativamente modernas que permitiam que os seus habitantes vivessem com conforto e comodidade. Confira!

6. Cuzco

Cuzco é uma cidade que se tornou conhecida mundialmente por ter sido a capital do Império Inca. Na verdade, essa cidade é tão antiga que provavelmente já era habitada antes mesmo do estabelecimento dos incas na região. Acredita-se que o local era originalmente uma fortaleza, que foi posteriormente ocupada pelo poderoso povo inca, que a transformaria em sua capital. De fato, a cidade de Cuzco revela até hoje detalhes espetaculares da história antiga, com uma arquitetura que demonstra a tecnologia e os estilos das diferentes épocas e pessoas que viviam na cidade.

Durante o período de expansão inca, a cidade contava com um enorme templo, uma estrada que a interligava com o mundo externo e um aqueduto que abastecia a cidade. Cuzco era uma cidade moderna para a sua época, bem planejada e florescente, graças principalmente à sua posição como cidade central do império. Vale destacar que Cuzco ainda é o lar da arte elaborada e da arquitetura requintada, cujos legados continuam sendo repassados por gerações através dos seus talentosos artesãos.

5. Xiam

Capital da província de Shaanxi, na China, esta cidade tem mais de 3100 anos de história para contar. Tendo sido considerada uma das quatro grandes capitais da China por sua riqueza e poder ao longo da história, Xiam também ganhou notoriedade por ter sido o ponto de início da Rota da Seda, uma poderosa rota comercial que moldaria as relações entre Ásia e Europa ao longo de vários anos.

Vale destacar que esta cidade talvez seja mais conhecida nos dias de hoje como a casa do famoso e impressionante exército de enormes soldados de terracota. Além disso, Xiam também tem paredes e templos muito bem preservados, que são exemplos de sua riqueza e importância para a região.

4. Babilônia

A Babilônia era uma cidade que era poderosa, próspera e muito rica no passado, especialmente sob o domínio do rei Nabucodonosor. A cidade era enorme, com uma grande parede de tijolos que agregava 250 torres com mais de 130 metros de altura cada uma. As ruas eram pavimentadas e havia portões de bronze que levavam à entrada e saída da cidade. Além disso, a Babilônia era cercada pelo rio Eufrates, que era o responsável pelo abastecimento de água do povo babilônico.

Os míticos Jardins Suspensos da Babilônia também desempenhavam uma façanha invejável da engenharia para a época. Os babilônios também criaram impressionantes obras de arte em ouro, de modo que a cidade já teve uma imagem dourada gigante de Baal e uma mesa dourada que supostamente continha toneladas de ouro maciço. Como a cereja no topo do bolo, o palácio do rei desta cidade era igualmente majestoso, chegando a ser considerado o maior palácio já construído

3. Atenas

Atenas é uma outra cidade conhecida pela sua grande influência na antiguidade, o que leva muitos historiadores a considerá-la a cidade que lançou as bases para a civilização ocidental. Atenas tem sido habitada continuamente por pelo menos 7000 anos e é conhecida mundialmente por seu legado histórico no campo das artes e por suas contribuições em áreas como filosofia, religião e muito mais.

Suas proezas arquitetônicas também servem como prova do seu poder e riqueza no passado, incluindo os enormes edifícios públicos como a Ágora e a Acrópole, sem falar nas importantes igrejas bizantinas. A riqueza e a prosperidade de Atenas tornaram possível o florescimento da democracia, juntamente com uma vida cultural vibrante, tudo isso tendo sido iniciado há milhares de anos.

2. Roma

De certo modo, nem é preciso dizer que a Roma Antiga era um centro de riqueza, artes, cultura, política e muito mais. De fato, essa cidade é frequentemente considerada o berço da civilização ocidental. As evidências da riqueza de Roma e de sua capacidade em produzir suprimentos infinitos de arte e belas obras arquitetônicas são características que podem ser facilmente observadas até hoje, desde o Coliseu até as requintadas estátuas de mármore que sobreviveram aos séculos que se passaram.

A Roma antiga era considerada uma cidade bastante civilizada, rica e extremamente próspera para a sua época, com abundantes lojas, mercados, livrarias, sapatarias e armazéns de especiarias, proporcionando aos cidadãos uma vida confortável e prazerosa.

1. Constantinopla

Nomeada em homenagem ao imperador Constantino, a bela e rica cidade de Constantinopla (atual Istambul) foi a capital do Império Bizantino por mil anos e tornou-se uma grande cidade que prosperou por séculos. Tecnologia, arte e cultura em Constantinopla se destacaram sobre qualquer outra cidade da Europa por cerca de mil anos. Além disso, as comodidades da cidade eram abundantes: havia uma enorme avenida, um tribunal, um prédio do Senado, amplas muralhas protetoras, um enorme portão dourado e muito mais.

No século XII, Constantinopla viu um renascimento na popularidade da arte em mosaico e em seda. A demanda por arte naquela época era alta, pois seus cidadãos desfrutavam de riqueza e podiam gastar seu dinheiro em itens caros. De fato, Constantinopla desempenhou significativas influências artísticas e culturais no Ocidente, especialmente na cidade de Veneza (sua parceira comercial). De fato, a arte do Império Bizantino recebe crédito até hoje por ajudar a estimular o início do Renascimento Europeu.

E você, já conhecia a importância histórica e cultural das cidades listadas? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: