Curiosidades, Saúde

Por que sentimos sono após as refeições?

Por que sentimos sono após as refeições?

Todos nós já passamos por uma situação parecida: basta terminamos de comer uma refeição, para que uma enorme onda de sonolência entre em cena de uma forma tão avassaladora que mal conseguimos manter os olhos abertos. De fato, muitas vezes podemos até ficar sentados na mesa observando o prato vazio por um longo período de tempo, como se o nosso cérebro estivesse totalmente paralisado. Mas você já se perguntou por que isso acontece?

Canecas para Presente

Toda essa sonolência após as refeições é uma resposta comum do corpo humano a certas alterações químicas que ocorrem durante o processo de digestão. Isso é normal e acontece com todo mundo. No entanto, se a sonolência ocorrer a todo momento, isso pode gerar uma certa preocupação, até porque a sonolência após as refeições também pode impedir muita gente de realizar seus trabalhos efetivamente.

Com isso em mente, nós vamos analisar ao longo desse artigo os principais fatores que provocam a famosa sonolência após as refeições.

Padrões de digestão e hormônios cerebrais

O corpo humano precisa de muita energia para funcionar adequadamente e essa energia é geralmente obtida através dos alimentos. Na prática, o corpo decompõe os nutrientes dos alimentos no sistema digestivo para transformá-lo em glicose, que consequentemente se transformará em energia.

Após a ingestão, o corpo também libera hormônios como amilina, glucagon e colecistoquinina, que são os responsáveis por aumentar os níveis de açúcar no sangue, criando uma sensação de saciedade e produzindo a insulina que será transmitida pelos tecidos celulares e que fornecerá energia para eles. O problema é que, ao mesmo tempo, o cérebro acaba liberando serotonina, um neurotransmissor de características sedativas que causa a tão famosa sonolência.

Além disso, os próprios alimentos também podem influenciar diretamente a quantidade da produção de melatonina no cérebro, sendo que a melatonina é um hormônio que conta com propriedades que também provocam sonolência após as refeições.

O tipo de comida que você come

Embora o corpo humano até possa digerir todos os tipos de alimentos da mesma maneira, a verdade é que alguns alimentos podem desencadear mais sonolência do que outros. Por exemplo, alimentos ricos em proteínas, como carne vermelha, aves, ovos, peixes, espinafre, tofu, queijo e soja, contêm um aminoácido chamado triptofano. Na prática, este aminoácido é usado pelo organismo para produzir serotonina, que é uma das grandes responsáveis pela sonolência, como já falamos anteriormente.

Além disso, os alimentos que contêm uma grande quantidade de carboidratos também ajudam a produzir serotonina e triptofano. De fato, esta é a razão pela qual muita gente tende a se sentir mais sonolenta depois de comer alimentos ricos em carboidratos. Também é exatamente por conta disso que muitos nutricionistas sugerem que uma refeição adequada antes de dormir deve conter uma boa dose de carboidratos e proteínas, como leite e cereais.

Também vale destacar que, quando você come uma refeição rica em amido, os níveis de glicose no seu sangue aumentam de tal maneira que um excesso de insulina é secretado na corrente sanguínea para gerenciar essa quantidade insana de glicose. Devido à ação constante da insulina nas células do corpo para diminuir os níveis crônicos de glicose no sangue, nossas células desenvolvem resistência à ação da insulina.

Consequentemente, essa resistência à insulina é realmente uma má notícia para o seu corpo, pois a partir desse momento, fica muito mais difícil gerenciar os níveis de glicose no sangue. Assim, seus níveis de energia começarão a diminuir, pois a insulina não poderá mais estimular a glicose a entrar nas células.

Maus hábitos de sono

Pouca gente pensa nesse assunto, mas o fato é que fica cada vez mais claro que maus hábitos de sono também podem causar sonolência após as refeições. Isso ocorre porque, depois que comemos uma boa quantidade de comida, o nosso corpo tende a sentir-se bastante cheio e relaxado, fazendo com que ele pareça estar descansando, o que consequentemente resulta em uma sensação de sonolência, principalmente se você não teve uma boa noite de sono na noite anterior.

Para evitar isso, recomenda-se um melhor planejamento nos horários de dormir e nos hábitos de sono para evitar um estresse excessivo. É importante destacar que exercícios físicos regulares também podem ajudar você a ter uma boa noite de sono. Além disso, é recomendável evitar cochilos ao longo do dia, caso você esteja enfrentando problemas na hora de dormir à noite.

Problemas de saúde

Como já foi dito anteriormente, a sonolência após as refeições é uma resposta totalmente natural do corpo humano a certas reações químicas que ocorrem no nosso organismo. Porém, se você costuma se sentir sonolento após comer qualquer alimento que seja, saiba que isso pode ser um sinal da existência de problemas como doença celíaca, anemia, intolerância alimentar, alergias, apneia do sono ou mau funcionamento da tireoide.

A sonolência pós-refeição também pode ser um sinal de que você sofre de alguma deficiência em certos nutrientes, até porque as deficiências nutricionais podem dificultar a digestão dos alimentos devido ao mau funcionamento do sistema digestivo. Como resultado, você pode não ter energia suficiente para realizar suas atividades diárias e pode acabar sofrendo com a sonolência o dia inteiro.

Por isso, não deixe de consultar o seu médico caso você sofra dessas condições ou se simplesmente costuma adormecer frequentemente após comer qualquer tipo de alimento.

Comer excessivamente também pode provocar sonolência

Se você é uma pessoa que se encaixa no tipo “comilão”, tenha em mente que comer demais também pode causar sonolência! Isso acontece porque, após as refeições, o corpo humano tende a transferir mais sangue ao sistema digestivo como uma forma de digerir melhor os alimentos em grandes quantidades. Consequentemente, isso causa uma certa escassez temporária de sangue e nutrientes no cérebro, o que dá origem à sensação de sono.

Desse modo, para evitar a sonolência após as refeições, é melhor seguir uma dieta equilibrada que contenha vegetais, grãos e gorduras boas para fornecer energia contínua. Beber muita água e limitar a ingestão de açúcar também pode ajudar. Comer refeições menores, mas com mais frequência, também pode ajudar a economizar energia para que você não se sinta sonolento após as refeições.

Muitos fatores podem contribuir para a sonolência após as refeições, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: