Curiosidades

Descubra quais são os peixes mais perigosos do mundo

Descubra quais são os peixes mais perigosos do mundo

Muito provavelmente, você já deve saber que os grandes tubarões brancos são notórios por seus ataques cruéis aos seres humanos. Por conta disso, eles também são comumente considerados algumas das criaturas mais perigosas dos oceanos. Mas, o que pouca gente percebe é que existem vários outros peixes no mundo que são tão perigosos quanto os tubarões.

Com isso em mente, listamos aqui os peixes mais perigosos do mundo, sempre apresentado as características que tornam cada um desses animais um exímio predador em potencial. Confira!

5. Arraia elétrica

A arraia elétrica é o animal elétrico mais comum em todo o planeta. Essas criaturas vivem em mares temperados em todo o mundo. No entanto, existem diferentes espécies de arraias elétricas no mundo, o que faz com que a faixa de descarga elétrica também varie entre as espécies. Para se ter uma ideia, o choque elétrico das arraias elétricas podem atingir até 220 volts!

Um fato que chama a atenção nas arraias elétricas é que elas têm dois órgãos eletrogênicos altamente eficazes em forma de rim. Na prática, eles podem produzir e armazenar a eletricidade através de contrações musculares. Consequentemente, as arraias elétricas descarregam a eletricidade acumulada para se defender de predadores e capturar presas.

Outra curiosidade que merece destaque é que essas criaturas geralmente podem ser encontradas nas partes mais fundas dos oceanos, enterradas na lama ou na areia. Como a coloração marrom-escura desses peixes se assemelha ao fundo do oceano, isso os ajuda a se esconder de possíveis predadores.

4. Poraquê

Os poraquês são peixes que costumam habitar riachos e lagoas da Amazônia e do rio Orinoco. Este peixe predador é conhecido por sua enorme descarga elétrica, pois seu corpo contém mais de 6000 tipos especiais de células chamadas eletrócitos que produzem eletricidade. Juntas, essas células podem produzir um choque elétrico que pode chegar até 600 volts!

Nos seres humanos, o ataque dos poraquês pode resultar em insuficiência cardíaca, mas o resultado em peixes pequenos pode ser a morte instantânea. De fato, os poraquês usam todo esse poder de descarga elétrica para se defender de predadores e capturar presas.

Um ponto que merece destaque é o fato de que os poraquês se comportam de maneira semelhante a uma bateria elétrica. Essa afirmação vem do fato de que o seu polo negativo fica localizado na parte da frente, enquanto que o polo positivo fica na parte de trás do corpo do animal. Consequentemente, o choque é mais forte quando ambos os polos tocam a vítima ao mesmo tempo.

3. Tubarão-branco

Os tubarões-brancos têm uma reputação assustadora como verdadeiras máquinas assassinas. Eles podem ser encontrados em águas temperadas e costeiras ao redor de todo o mundo. Para se ter uma ideia, já foram relatados mais de 400 ataques de tubarões-brancos em seres humanos desde 1580, sendo que 65 deles foram ataques fatais.

No entanto, se serve de alívio, é importante destacar que os tubarões brancos não são tão excessivamente perigosos como são geralmente retratados nos filmes. Na verdade, eles costumam pegar uma “amostra” ao morder a vítima para testar se a carne é uma boa comida ou não. Também vale destacar que os tubarões-brancos dificilmente preferem os humanos como uma boa refeição, mas a mordida de uma dessas criaturas pode ser suficiente para causar a morte.

Os tubarões-brancos gostam de devorar animais gordurosos como focas e leões marinhos. Eles podem atingir um comprimento de 6 metros e pesar entre 700 a 1.100 kg. Também vale destacar que este grande peixe predador tem mais de 300 dentes afiados alinhados em várias linhas na boca e também contam com um olfato excepcional e um órgão especial para detectar a pequena emissão de campo eletromagnético dos animais ao redor.

2. Peixe-pedra

Os peixes-pedra são alguns dos peixes mais mortais do mundo. Eles podem ser encontrados mais facilmente em águas marinhas tropicais dos oceanos do Indo-Pacífico e contam com 13 espinhos dorsais muito afiados que contêm um veneno extremamente perigoso.

Consequentemente, nem é preciso dizer que a picada dos peixes-pedra é extremamente dolorosa. Além de provocar uma dor absurda, ela também pode causar inchaço na região afetada, dificuldade na respiração, ânsia de vômito, diarreia e até mesmo a paralisia de alguns órgãos. O veneno dos peixes-pedra também pode ser fatal caso o paciente não seja tratado de forma adequada.

Como se tudo isso não fosse assustador o bastante, os peixes-pedra contam com uma cor amarronzada que os deixam muito bem camuflados nos oceanos. O seu próprio nome vem do fato de que eles se parecem com uma pedra no fundo dos oceanos. Portanto, os nadadores e mergulhadores que se aventuram nas regiões nativas desses peixes precisam ser cautelosos a todo momento.

1. Baiacu

O baiacu é um dos animais vertebrados mais venenoso do mundo. Ao todo, existem cerca de 120 espécies diferentes de baiacus no mundo. Esses animais costumam viver em águas oceânicas tropicais e subtropicais ao redor do mundo e a sua periculosidade vem do fato de que a maioria das espécies de baiacu contém tetrodotoxina, uma potente neurotoxina que é 1200 vezes mais venenosa que o cianeto, uma das substâncias mais utilizadas como veneno.

A tetrodotoxina pode ser encontrada facilmente no fígado, rins, olhos, espinhos e ovários do baiacu, mas ela também pode se expandir para outras partes do animal quando ele passa a “se inflar”. Na prática, esse truque ajuda o baiacu a cobrir o seu corpo com espinhos venenosos para afastar predadores em potencial.

O veneno do baiacu é um dos mais mortais conhecidos pelo ser humano, podendo matar uma pessoa adulta em apenas alguns minutos. Para piorar a situação, não existe um antídoto específico para combater os efeitos do veneno do baiacu. Outro fato curioso é que a carne desse peixe é considerada um prato muito apreciado em países como Japão, Coreia e China. No entanto, somente os chefs devidamente treinados e certificados podem prepará-lo legalmente nos restaurantes japoneses.

Esses peixes possuem características realmente assustadoras, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: