Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Entretenimento

7 motivos para ver a minissérie ‘Maniac’, da Netflix

Entre muitas outras realizações, a minissérie da ‘Maniac’, da Netflix, é a prova de que é possível ter sucesso no mundo do entretenimento com um enredo mais “diferente”. Estrelando Emma Stone (La La Land) e Jonah Hill (Moneyball), a série de humor negro segue os problemas psíquicos de Annie Landsberg e Owen Milgram enquanto eles participam de um teste farmacêutico alucinante. Durante a série, os dois acabam virando cobaias de um medicamento que promete sanar transtornos mentais.

Criada por Patrick Somerville (The Leftovers) e dirigida por Cary Joji Fukunaga (True Detective), ‘Maniac’ desenrola o seu desenvolvimento com as experiências de Annie e Owen e seus variados sonhos conectados. Composta por dez episódios, a minissérie pode ser considerada um item obrigatório do catálogo da Netflix. Para provar isso, listamos aqui sete razões pelas quais você deve dar uma chance a essa minissérie. Se você gosta de humor negro de qualidade, certamente não irá se arrepender de conferi-la.

7. É uma história curta e independente

Uma das maiores preocupações que muita gente tem depois de se apaixonar por uma série é o medo da produção ser cancelada repentinamente. De fato, na era do streaming, onde há inúmeras coisas para assistir, muitos programas não são continuados, apesar dos elogios dos fãs. No entanto, ‘Maniac’ dribla esse problema, pois ela sempre foi encarada por Somerville como uma minissérie, ou seja, uma série limitada com fim previamente definido.

Abrangendo apenas dez episódios, a história de Annie e Owen está concluída. Com isso, podemos falar com total confiança que, por causa de sua curta duração, ‘Maniac’ é uma boa recomendação para quem procura assistir algo relativamente rápido entre as sessões de maratona de outras séries.

6. Conta com uma ótima trilha sonora

Em muitos casos, a música é um dos aspectos mais subestimados da TV e do cinema, o que é uma pena, visto que ela pode preencher um momento importante da trama ou até mesmo emocionar o telespectador com facilidade. Apesar de ser uma minissérie, ‘Maniac’ tem uma trilha sonora tão boa que rivaliza com os principais filmes em que Stone e Hill estrelaram.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Marcada pelo compositor Dan Romer, a trilha sonora da minissérie complementa perfeitamente a gama de emoções da história de Annie e Owen. Desde a alegre “Out of Nothing, Everything” até a triunfante “Annie and Owen”, as músicas de Romer formam uma ótima playlist que vale a pena ouvir mesmo após a conclusão da série.

5. A trama aborda muito bem as questões envolvendo distúrbios psicológicos reais

Os distúrbios psicológicos abrangem questões tão complexas que muitas vezes pode ser uma tarefa complicada retratá-los em um grande projeto de Hollywood. No entanto, por se tratar de um drama de comédia com um teor levemente sombrio, ‘Maniac’ segue perfeitamente a linha com sua representação, principalmente com as experiências vividas por Annie e Owen.

É muito interessante notar que a gravidade de seus distúrbios não é ignorada, mesmo com o tom parcialmente cômico da série. O roteiro escrito de forma diferenciada, combinado com a atuação de Stone e Hill, cria um retrato realista e complexo das doenças mentais, muitas vezes se afasta do humor a adotando um tom muito mais real com relação a esse tipo de problema.

4. Combina o passado com o futuro

Ocorrendo em um 2018 alternativo, o universo de ‘Maniac’ tem muitas diferenças com o tempo presente da nossa realidade. Em termos mais específicos, ele mistura a estética ultrapassada do final do século 20 com vislumbres do futuro para criar um mundo incomum que é familiar e estranho ao mesmo tempo.

Por exemplo, os personagens usam telefones com fio e computadores amarelados em um episódio, mas sentam em uma mesa limpa e futurista no próximo. Além disso, também existe uma parcela de influência japonesa bastante significativa com coisas como bonsai e lugares incrivelmente apertados para dormir.

Propaganda. Role para continuar lendo.

3. Apresenta invenções e ideias estranhas

Ocorrendo em um universo alternativo, Maniac apresenta ideias bastante estranhas ao longo de seus dez episódios. Alinhando-se ao assunto da série, esses conceitos tendem a lidar com questões pessoais como solidão e pobreza. As pílulas e o mega computador do julgamento, GRTA, literalmente identificam e confrontam os demônios do usuário.

No entanto, existem ideias ainda mais interessantes. No parque, por exemplo, as pessoas podem jogar xadrez com um coala animatrônico inteligente e falante. Se alguém tiver pouco dinheiro, poderá usar o Ad Buddy, um serviço que paga pelos produtos de um usuário em troca de uma pessoa recitar anúncios para eles. Embora únicas, essas ideias pintam o universo em um tom sombrio e futurista ao mesmo tempo.

2. Abrange vários gêneros ao mesmo tempo

‘Maniac’ abrange comédia, drama e até mesmo ficção científica. Na minissérie, os sonhos são ilimitados, assim como na realidade. Apresentando Annie e Owen em cenários variados, cada sonho induzido por médicos identifica, mapeia ou confronta os demônios de um determinado usuário. Assim, os sonhos permitem a exploração desses problemas fazendo com que os sonhadores os preencham com elementos de suas vidas e trabalhem com eles.

Para Stone e Hill, as paisagens dos sonhos os encorajam a flexibilizar seu lado emocional, mergulhando em uma variedade de personagens e mundos. Stone afirmou que ela não gosta de filmes de fantasia, então seu personagem elfo pode ser a primeira e a última vez que ela visita o gênero.

1. O química entre os personagens principais é envolvente

Em 2007, Emma Stone e Jonah Hill participaram da comédia ‘Superbad – É Hoje’. Nos anos seguintes, ambos estrelaram uma variedade de filmes que lhe renderam indicações ao Oscar e até uma vitória. Por isso, podemos dizer que ‘Maniac’ marca a sua tão esperada reunião desde então.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Apesar de tratar-se de um trabalho bem diferente, Stone e Hill trazem suas performances convincentes de sempre para a tela. Juntos, eles se reúnem de maneira brilhante como a imprudente Annie e o inabalável Owen. Considerando como seus papéis habituais na TV são bastante escassos, suas presenças em ‘Maniac’ são definitivamente um deleite para os fãs de plantão.

E você, já conferiu ‘Maniac’? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Mais

Curiosidades

Existem mais de 7.000 idiomas espalhados pelo mundo, são tantos que é completamente impossível saber de todos. Aqui no Brasil geralmente aprendemos nas escolas,...

Curiosidades

No passado, o conhecimento humano sobre as reações químicas não era tão profundo quanto é agora. Da mesma forma, os homens das cavernas não...

Curiosidades

Ahhhhh, o Playstation 3… com esse console passei horas das minhas madrugadas acordado, jogando os mais diversos jogos. Eu fui ganhar o PS3 somente...

Curiosidades

James Bond é indiscutivelmente um dos agentes especiais mais populares da cultura pop. Desde a publicação inicial do primeiro romance de Ian Fleming em...

Curiosidades

Muito provavelmente, você já deve ter assistido ao lançamento de algum foguete pela TV ou Internet. Da mesma forma, você também já pode ter...

Curiosidades

Carros e barcos são meios de transporte completamente diferentes, não é mesmo? Enquanto um foi feito para percorrer as estradas mundo afora, o outro...

Curiosidades

Se você já assistiu a um show aéreo, onde aviadores treinados e altamente habilidosos realizam todo tipo de manobras ousadas no ar com suas...

Curiosidades

O marshmallow é um confeito que sempre fez sucesso entre o público infantil, especialmente na América do Norte. Essa guloseima apresenta uma consistência bem...