Curiosidades, Mistérios

A misteriosa morte de Thelma Todd

A misteriosa morte de Thelma Todd

Por anos, a morte chocante e misteriosa da estrela de cinema das décadas de 1920 e 1930, Thelma Todd, manteve-se como uma peça fascinante do tabuleiro folclórico de Hollywood. Popularmente conhecida como “Loira Sorvete”, Thelma Todd era amada por seus papéis cômicos ao lado dos irmãos Marx em Horse Feathers e Monkey Business, além de várias outras comédias de sucesso da época.

Com a sua morte trágica dando início a um caloroso debate sobre suicídio ou assassinato, o fim melancólico de Thelma provou ser um prenúncio sinistro do fervor da mídia que passou a cercar as mortes posteriores de Hollywood, como no caso de Marilyn Monroe.

A vida e carreira Thelma Todd

Nascida em Lawrence, no estado americano de Massachusetts, em 1906, Thelma Todd era conhecida por ser uma jovem brilhante e determinada. Depois de terminar o ensino médio em 1923, ela se matriculou na Universidade Lowell State, que era uma instituição criada especialmente para treinar professores. No entanto, por insistência de sua mãe, Thelma também participava de competições de beleza e concursos de atuação.

Graças ao seu charme e boa aparência, Thelma Todd foi bem-sucedida no circuito dos concursos, chegando a ganhar o título de Miss Massachusetts. Foi nessa mesma época que Thelma Todd chamou a atenção de alguns dos melhores olheiros que buscavam novas estrelas para Hollywood. Eles recomendaram que ela frequentasse a Paramount School for Junior Stars, uma instituição de atuação administrada pelo Paramount Movie Studio. Por conta disso, Thelma abandonou o sonho de ser professora e começou oficialmente sua carreira no cinema.

Começando a atuar em filmes mudos, Thelma Todd tornou-se conhecida por suas piadas cômicas e sua beleza inegável. No final da sua vida, ela já tinha aparecido em mais de 100 filmes e curtas, provando que sua morte foi uma perda para a crescente indústria cinematográfica que, sem dúvidas, perdeu uma estrela brilhante muito cedo.

Além de sua bem-sucedida carreira cinematográfica, um dos outros empreendimentos comerciais da atriz era um restaurante localizado em Malibu, chamado Thelma Todd’s Sidewalk Cafe. Conhecido por atrair celebridades e turistas, esse estabelecimento chamativo e glamouroso continuaria a desempenhar um papel fundamental no quebra-cabeça que se tornaria a morte misteriosa da atriz.

A misteriosa morte da estrela de Hollywood

Na manhã de 16 de dezembro de 1935, Thelma Todd foi encontrada morta em seu carro por sua empregada de longa data, Mae Whitehead, dentro da garagem que pertencia ao parceiro de negócios e amante ocasional de Thelma, Roland West. Mae Whitehead disse aos detetives que a atriz estava caída no banco da frente do carro, apenas inclinado a cabeça para a esquerda. Whitehead também disse que notou sangue ao redor do nariz de sua patroa.

A causa oficial da morte foi considerada um envenenamento por monóxido de carbono, mas as circunstâncias que cercavam a morte da estrela obrigaram as autoridades a investigar melhor a família, amigos e até mesmo os seus sócios, alguns dos quais poderiam ter tido motivos para querer que a loira tivesse um fim tão trágico. Segundo um artigo do Los Angeles Times publicado no dia seguinte à morte de Thelma Todd, os investigadores tinham muitos motivos para levantar suspeitas sobre a causa de sua morte. O artigo dizia:

“Os policiais analisaram que a provável causa da morte poderia estar relacionada a um crime. Nos últimos três meses, dois homens foram presos em Nova York devido a notas de extorsão e telefonemas recebidos por Miss Todd que exigiam US $ 10.000 sob pena de morte. No entanto, não havia sinais de violência no local de sua morte.”

Só que, mesmo com ameaças de extorsão pairando sobre a atriz, investigadores e teóricos da conspiração logo passaram a analisar muitos outros caminhos a seguir na esperança de responder à pergunta: se foi um assassinato, quem matou Thelma Todd?

Mais perguntas do que respostas

O Sidewalk Cafe de Thelma Todd.

Uma presença particularmente questionável no círculo social de Thelma era seu parceiro de negócios e interesse amoroso Roland West. A carreira de West como diretor de cinema havia esfriado consideravelmente após seu sucesso inicial em Hollywood. Além disso, embora o Sidewalk Cafe da atriz em parceria com West tenha sido um sucesso da elite do show business, o restaurante não era um empreendimento muito lucrativo, gerando débitos constantes.

Para tornar os detalhes que cercavam o relacionamento de Todd e West ainda mais complicados, eles moravam no mesmo duplex acima do restaurante, misturando ainda mais as questões financeiras e amorosas do relacionamento deles. O que complicava ainda mais o caso era o fato de que a esposa separada de West, Jewel Carmen, também morava acima do restaurante.

Além disso, Carmen era co-proprietária do restaurante, junto com seu ex e Thelma Todd. Embora Carmen não se opusesse a West estar perto de Thelma Todd, ela chegou a ameaçar a atriz quando o restaurante começou a perder dinheiro constantemente.

As várias suspeitas

Além do estranho acordo de Thelma Todd com Roland West e Jewel Carmen, Thelma também estava ligada ao infame mafioso Lucky Luciano. Os dois eram conhecidos por compartilharem um relacionamento conturbado. De fato, Luciano supostamente espancou a atriz e a viciou em anfetaminas.

Além disso, Luciano supostamente queria que Thelma o deixasse abrir um cassino em seu restaurante. De acordo com os clientes que ouviram suas conversas, Thelma provou ser difícil de convencer, dizendo que permitiria que o mafioso se infiltrasse em seu restaurante “só por cima do seu cadáver”.

Outra teoria apontava para o ex-marido de Thelma Todd, Pat DiCicco, que poderia ter se sentido humilhado de alguma forma após o divórcio e possivelmente queria vingança. Algumas pessoas até suspeitaram da mãe de Thelma, considerando que ela era a única herdeira de sua filha. De fato, pouco antes de sua filha morrer, ela aparentemente anunciou um plano para construir uma mansão, mas sem um plano claro de como ela pagaria por isso.

No entanto, apesar de todos esses possíveis motivos para matar Thelma Todd, um grande júri considerou a morte da estrela um suicídio. A essa altura, pouco poderia ser feito nos meios legais para alterar esse veredicto, independentemente das evidências que sugiram.

Um mistério até hoje

Encaixando-se perfeitamente no complexo elenco de personagens na vida de Thelma Todd, uma outra evidência importante passou a sugerir que sua morte por envenenamento por monóxido de carbono não foi suicídio. Por exemplo, embora um grande júri tenha decidido que Todd cometeu suicídio, ele não conseguiu explicar o nariz quebrado, as contusões ao redor da garganta e as duas costelas quebradas.

Como qualquer mistério, a morte de Thelma Todd gira em torno de um elenco de personalidades exageradas que talvez apenas Hollywood pudesse produzir. Desse modo, o mundo pode nunca saber exatamente o que aconteceu com Thelma Todd, mas o interesse perpétuo no misterioso caso da atriz garante que a busca por respostas deverá continuar por muito tempo.

Sinistro, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: