Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Curiosidades

O misterioso caso da Senhora das Dunas

Quase quarenta e seis anos atrás, a cena de um crime foi descoberta nas dunas de areia nos arredores de Provincetown, no estado americano de Massachusetts. Na ocasião, a descoberta do corpo de uma mulher aterrorizou os moradores e as autoridades locais e até hoje continua sendo um dos crimes não solucionados mais chocantes não apenas em Massachusetts, mas em todo o território dos Estados Unidos.

O corpo encontrado era de uma jovem mulher que a polícia acreditava ter sido brutalmente assassinada. De fato, na tentativa de esconder sua identidade, quem cometeu o crime se certificou de que o corpo da vítima fosse selvagemente mutilado. Até hoje, sua identidade permanece desconhecida, de modo que a vítima desse crime bárbaro passou a ser conhecida popularmente apenas como “Senhora das Dunas”.

A descoberta do corpo

O corpo da vítima após sua descoberta.

Tudo começou na tarde quente do dia 26 de julho de 1974, quando uma adolescente passeava com seu cachorro nas dunas remotas localizadas nos arredores da região de Race Point, no litoral de Provincetown. Na ocasião, a moça se deparou com o corpo em decomposição e prontamente alertou a polícia.

O corpo da vítima foi encontrado juntamente com uma toalha de praia na cor verde e o lado esquerdo do seu crânio havia sido esmagado. No entanto, nenhuma arma usada no crime ou impressões digitais foram encontradas no local. Curiosamente, o que era mais chocante que o próprio assassinato eram as ações que o assassino havia tomado para diminuir as chances da polícia identificar a vítima.

As mãos da mulher estavam faltando, assim como alguns dentes, sem falar que a sua cabeça também estava muito desfigurada. Não havia sinais de luta e nenhum vestígio de droga foi encontrado em seus órgãos. Através de uma análise mais profunda, a polícia passou a acreditar que o corpo da mulher estava na área remota entre um período de dez dias a três semanas.

Por conta de todos esses fatores, o corpo da vítima não tinha nenhum detalhe que pudesse facilitar a sua identificação. Tudo o que a polícia conseguiu coletar no local se resumia a um elástico de borracha em seus cabelos ruivos, calças jeans da marca Wrangler devidamente dobradas e uma bandana azul sobre a qual a cabeça da vítima estava apoiada. No geral, era uma cena perturbadora que passou a aterrorizar toda a cidade de Provincetown, que sempre foi considerada uma localidade pacífica e acolhedora.

Propaganda. Role para continuar lendo.

O trabalho de investigação por parte da polícia

Reconstrução retratando a vítima com e sem sardas.

Nas semanas e meses que se seguiram após a terrível descoberta, vários detetives da polícia local vasculharam a área ao redor da cena do crime, mas não encontraram pistas. Ao procurar parentes ou pessoas que poderiam ter visto a mulher antes de sua morte, a polícia só conseguiu obter descrições vagas. Supostamente, ela tinha entre 20 e 40 anos, pesava 65 quilos, tinha um corpo atlético, era ruiva e tinha as unhas dos pés pintadas de rosa. No entanto, além dessas características físicas básicas, não havia muitas pistas a seguir.

Os investigadores tentaram combinar a sua descrição com as de milhares de pessoas desaparecidas em todo o país, mas não conseguiram obter resultados satisfatórios. Além disso, eles encontraram os donos de todos os veículos especialmente projetados para andar nas areias da região, bem como de todos os veículos que haviam visitado as dunas nas semanas anteriores à descoberta do corpo, mas nada levava à descoberta de pistas esclarecedoras

Em 19 de outubro de 1974, a vítima não identificada foi enterrada no Cemitério de São Pedro em Provincetown com uma placa que simplesmente dizia “corpo feminino não identificado encontrado nas dunas em 26 de julho de 1974”.

No entanto, o que mais intrigava a polícia era o fato de que nenhum familiar ou amigo se apresentou à procura da vítima. Após a primeira exumação de seu corpo em 1980 não ter revelado nenhuma informação nova, o caso foi abandonado por falta de evidências necessárias para continuar com a investigação.

Os suspeitos

Bulger, um dos suspeitos.

Nos anos seguintes, a polícia encontrou poucos suspeitos, nenhum dos quais foi acusado ou até mesmo profundamente investigado. Existiam rumores de que de que um famoso mafioso local chamado Whitey Bulger poderia ter algum envolvimento, pois relatos indicavam que uma mulher parecida com a recriação da vitima tinha sido vista com ele. Além disso, Bulger era conhecido por remover os dentes das vítimas, o que também aconteceu neste caso de homicídio em particular.

Curiosamente, houve também uma confissão com relação ao caso. O assassino em série Hadden Clark chegou a confessar o homicídio, mas a polícia acreditava que isso não passava de uma falsa declaração, pois Clark já era bastante conhecido por ser um mentiroso notável. De fato, Hadden Clark sofria de esquizofrenia paranoica, uma condição que já levou vários outros criminosos com a mesma doença mental a confessar crimes que nunca cometeram.

Um caso sem solução

Local onde a Senhora das Dunas foi enterrada.

Mais de quarenta anos após o corpo mutilado de uma jovem mulher ser encontrado em uma área remota das dunas de Provincetown, Massachusetts, o caso permanece aberto e sem nenhuma solução. No fim das contas, o misterioso caso da Senhora das Dunas tornou-se uma história criminal triste e bastante intrigante. No entanto, embora não tenha sido resolvido, isso não significa que o caso não tenha tido sua parcela de teorias e rumores.

Infelizmente, com o passar dos dias e anos, fica cada vez mais difícil encontrar novas pistas, sem falar que as teorias envolvendo o caso são bastante vagas. Com isso, a história da Senhora das Dunas continua a instigar a imaginação de muitas pessoas, mesmo que as esperanças de encontrar sua verdadeira identidade sejam mínimas.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Até hoje, o caso ainda está aberto e está sendo trabalhado pelo Departamento de Polícia de Provincetown. A polícia local encoraja qualquer pessoa com alguma informação a entrar em contato, pois todas as possíveis pistas serão devidamente investigadas.

O caso da Senhora das Dunas é um mistério muito intrigante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Mais

Curiosidades

As criaturas mitológicas costumam prender a nossa atenção, principalmente por conta das características delas. Mas o que nem todos sabem é que parte dessas...

Curiosidades

As mitologias estão espalhadas por  toda parte, em todas as culturas e cada uma tem sua identidade. Atualmente, existem pessoas que acreditam em alguma...

Curiosidades

Existem diversos animais domésticos espalhados pelo mundo e a maior parte deles, como bem sabemos são cães e gatos. Mas também sabemos que cuidar...

Curiosidades

A cultura popular (especialmente nos filmes de ação) costuma trazer à tona algumas ideias bem loucas. Esquivar-se das balas parece ser a sua favorita....

Curiosidades

Quando falamos de locais, eles podem ser definidos com os mais variados termos, dependendo da sua situação. Conhecemos por exemplo diversos países, estados e...

Curiosidades

Existem mais de 7.000 idiomas espalhados pelo mundo, são tantos que é completamente impossível saber de todos. Aqui no Brasil geralmente aprendemos nas escolas,...

Curiosidades

Já estamos bastante acostumados a ver zumbis em séries de TV, filmes, HQ’s e até mesmo em livros. Nos últimos tempos eles ficaram tão...

Curiosidades

Atualmente temos no mundo cerca de 7.097 idiomas sendo falados, segundo o compêndio Ethnologue que é considerado o maior inventário de línguas do planeta....