Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Curiosidades

Como o amaciante consegue deixar as roupas macias?

Assim como nenhuma refeição é considerada completa sem uma sobremesa, nenhuma rotina de lavagem é considerada concluída sem o ciclo final que incorpora o amaciante ao tecido. Seja através do dispensador embutido em nossas máquinas de lavar ou até mesmo via dosagem direta, os amaciantes são produtos essenciais para manter nossas roupas macias como o algodão.

Como se tudo isso já não fosse suficiente, os amaciantes também ajudam nossas roupas a obter um aroma fresco e muito perfumado. Felizmente, a lista de benefícios desse produto não termina aí, pois o uso do amaciante também ajuda a evitar rugas no tecido, auxilia a reter a cor e também contribui na hora de passar a roupa.

No entanto, mesmo com todos esses benefícios, uma questão parece permanecer sem resposta: afinal de contas, como um líquido usado em quantidades geralmente pequenas consegue fazer tantas coisas diferentes? Bem, na prática, é tudo uma questão de química!

Por que os amaciantes são largamente utilizados?

A finalidade de usar um amaciante de roupas pode diferir um pouco, a depender do método usado para lavar (e às vezes secar) a roupa suja. Como a lavagem manual de roupas não é uma prática tão comum nos dias de hoje como foi no passado, o uso de máquinas de lavar acaba exercendo muita pressão sobre as fibras, especialmente sobre as fibras do tecido localizadas na superfície externa da roupa, o que pode prejudicar a sua vida útil. Nesse caso, o amaciante entra em cena servindo como um fiel protetor do tecido.

No caso da secagem ao ar, os amaciadores também contribuem na retenção da suavidade original do material. Quanto à secagem das roupas na própria máquina de lavar, os amaciantes de roupa são usados para evitar a aderência estática e dar à roupa um perfume agradável.

Propaganda. Role para continuar lendo.

A aderência estática, como o nome sugere, é o apego que se desenvolve nos tecidos (e outros itens) devido à eletricidade estática. Quando em uma máquina de lavar (ou secadora) cada pedaço de tecido entra em contato com vários outros tipos de tecido, esses materiais esfregam e trocam elétrons entre si, deixando algumas partes ricas e outras deficientes em elétrons. Separar fisicamente esses materiais leva à geração de uma carga elétrica, um fenômeno conhecido como carga triboelétrica ou efeito triboelétrico.

Na prática, o desenvolvimento da aderência estática faz com que as roupas adiram ou colem com facilidade na pele do usuário, ao mesmo tempo em que também agem como um imã de poeira. Nesse caso, o amaciante é altamente eficaz em anular os efeitos da aderência estática, deixando a roupa muito mais bonita e agradável de vestir.

A composição dos amaciantes e uma breve aula de química

As soluções amaciantes do início dos anos 1900 (fabricadas para diminuir a textura áspera deixada pelo uso dos processos primitivos de tingimento de algodão) usavam água, sabão e um tipo específico de óleo em uma proporção bem definida (7: 3: 1). Eventualmente, os avanços no campo da química orgânica levaram ao desenvolvimento de melhores compostos alternativos, como os quats, que são cátions de amônio quaternário.

Basicamente, os quats são sais de amônio com um átomo de nitrogênio carregado positivamente e ligado a 4 compostos orgânicos diferentes. Portanto, eles podem ser divididos em duas metades, uma que é uma extremidade de hidrocarboneto insolúvel em água (natureza hidrofóbica e gordurosa) e a outra com carga positiva solúvel em água. Como a maioria das moléculas quat é hidrofóbica, são adicionados emulsificantes para auxiliar na penetração no tecido úmido e para fins de estabilização da substância.

Atualmente, existem três tipos diferentes de emulsificantes usados em amaciantes: microemulsões, macroemulsões e polímeros de emulsão. Cada um desses emulsificantes é adicionado com base no nível de penetração do tecido a ser alcançado. As microemulsões permitem uma penetração profunda nas fibras, enquanto as macroemulsões e polímeros de emulsão só se depositam na superfície externa.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Uma vez dentro do tecido, o núcleo com carga positiva de um quat neutraliza a aderência estática pela ligação com as fibras com carga negativa. No processo, os fios se levantam e um revestimento é depositado sobre as fibras externas, atuando essencialmente como uma camada lubrificante, devido às extremidades gordurosas da cadeia de hidrocarbonetos em quats. Assim, a camada contribui para a obtenção de um material mais macio, além de tornar o processo de passar notavelmente mais fácil.

Outra pergunta muito comum sobre amaciantes é por que eles não devem ser adicionados junto com o detergente em si. Bem, a questão é que, como a maioria dos amaciantes de roupas contém compostos catiônicos (compostos com íons carregados positivamente) e os detergentes para a roupa são majoritariamente aniônicos (compostos com íons carregados negativamente), os dois podem reagir e dar um resultado indesejado. No entanto, o mesmo não acontece com os amaciantes aniônicos, que podem ser adicionados ao próprio detergente.

As controvérsias que giram em torno do uso de amaciantes

Para finalizar, é importante deixar claro que, por mais incrível que pareça, o uso de um amaciante de roupas nem sempre pode ser necessário ou até mesmo recomendado. Pessoas com pele muito sensível podem ser mais propensas a ter dermatites (inflamação da pele) caso usem roupas que foram tratadas com amaciantes. Infelizmente, alguns ingredientes utilizados nesse tipo de produto também são conhecidos por causar dores de cabeça e tontura, além de poder causar problemas de saúde como asma em casos mais extremos.

Estudos também revelaram que as roupas, depois de tratadas com amaciantes, também são mais suscetíveis a serem incendiadas. Além disso, do ponto de vista ambiental, os amaciantes contêm alguns ingredientes derivado de gorduras animais, sem falar que alguns dos produtos químicos usados na sua fórmula podem ser tóxicos e prejudiciais à vida marinha.

Ainda assim, vale a pena mencionar que, mesmo com todos esses pontos negativos, o amaciante de roupa ainda parece ser um produto praticamente insubstituível, visto que consegue ser fácil de usar, muito agradável e surpreendentemente eficaz.

Propaganda. Role para continuar lendo.

E você, costuma usar os amaciantes de roupas com frequência nas suas lavagens? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Mais

Curiosidades

Os choques elétricos são frequentemente retratados em desenhos e filmes de comédia. O ato é sempre o mesmo: o protagonista se apodera de um...

Curiosidades

Certamente você já deve ter se hospedado em um hotel em algum momento, ou pelo menos já ouviu falar de alguns. Bom, existem diversos...

Curiosidades

É bem provável que você já tenha assistido a vários documentários da vida selvagem. Em sua grande maioria, esses programas trazem uma combinação de...

Curiosidades

Muita gente concorda que os gatos são animais fofos e bastante adoráveis. No entanto, basta uma rápida pesquisa no Google para perceber que os...

Curiosidades

Vivemos em um mundo onde existem mais de 7 bilhões de pessoas, podemos imaginar que cada uma delas possuem características únicas e ainda assim...

Curiosidades

O mar sempre aparentou ser um ambiente hostil para a vida humana. Tragédias como a do Titanic exemplificam muito bem o quão facilmente vidas...

Curiosidades

Dos últimos anos para cá os serviços de streaming começaram a se popularizar bastante, afinal a praticidade e facilidade de assistir um filme ou...

Curiosidades

Você já deve saber que as equipes de Fórmula 1 são orientadas por orçamentos com valores extremamente altos. De certa forma isso não é...