Curiosidades, Tecnologia

Por que os computadores ficam lentos com o passar dos anos?

Por que os computadores ficam lentos com o passar dos anos?

Uma das experiências mais irritantes do século XXI é clicar em um ícone na área de trabalho de um computador e assistir a um pequeno círculo girar, como se ele estivesse implorando para você ser um pouco mais paciente. Obviamente, este símbolo indica o carregamento do programa que você clicou momentos atrás, mas ele também significa algo muito mais sério: a desaceleração iminente do seu computador.

Independentemente do tipo de computador que você possui (um PC de mesa, um notebook ou um MacBook), você já deve ter observado um certo declínio gradual do desempenho da sua máquina ao longo do tempo. No entanto, embora tendemos a aceitar isso como um fato irreversível da vida, você já pensou em por que os computadores, em geral, tendem a ficar mais lentos à medida que envelhecem?

Um computador em pleno funcionamento pode concluir centenas de milhares de operações e cálculos em apenas alguns segundos, o que permite verificar as notificações em todas as suas páginas de mídia social, jogar, editar fotos e ler documentos ao mesmo tempo. De fato, os computadores novos fazem tudo isso tão rápido que muitas vezes nem percebemos que existe um algoritmo complexo que sua máquina está seguindo para resolver esses processos antes de colocá-los na tela para você ver e aproveitar.

Obviamente, os computadores não possuem algum tipo de mágica que lhes permite fazer essas coisas tão rapidamente. Na prática, existe uma rede complexa de fios, chips e outros dispositivos minúsculos que garantem que o computador possa operar na velocidade ideal. No entanto, à medida que você continua usando o computador incansavelmente, ele acaba ficando cada vez mais “saturado” de milhares de arquivos que consomem continuamente os recursos do sistema.

Pouco espaço no disco rígido

Contar com grandes quantidades de dados armazenadas em seu sistema pode até ser algo bom para você, mas isso é definitivamente algo ruim para o back-end do seu computador. De fato, quando o computador é novo, há uma quantidade insignificante de dados armazenados nele (desde que você não tenha comprado um computador já usado).

Por outro lado, o problema começa à medida que você armazena mais arquivos no disco rígido, pois o mesmo poder de processamento da máquina é colocado à prova para processar quantidades enormes de dados, através dos quais é necessário vasculhar para recuperar informações úteis e desejadas. Desse modo, o computador enfrenta dificuldades em acessar o comando desejado, resultando na lentidão do sistema.

Vale destacar que o Disco Rígido (HD) costuma ter várias limitações que podem ser sanadas com a sua substituição por uma Unidade de Estado Sólido (SSD) para o armazenamento de dados. Basicamente, o SSD é construído em torno de um circuito integrado semicondutor, diferindo dos sistemas magnéticos do HD, promovendo um tempo de acesso reduzido com relação aos dados, consumo reduzido de energia e largura de banda muito maior.

Além disso, existe também a questão dos programas obsoletos. No momento em que você encontra um bom software na internet, é normal querer instalá-lo no computador e desfrutá-lo por alguns momentos. No entanto, depois de um tempo, você provavelmente ficará desinteressado e decidirá parar de usá-lo. Desse modo, existe a chance de você se esquecer de deletar o software que, embora você não o use mais, ele ainda ocupará uma parte considerável do espaço em seu disco rígido, ajudando a promover a lentidão do sistema.

Pouca memória RAM e as intermináveis atualizações do sistema

Não ter memória RAM suficiente pode retardar o seu computador consideravelmente. Por exemplo, se você comprar um computador com um espaço grande no disco rígido e todos os softwares mais recentes instalados, mas com falta de RAM suficiente, o computador começará a ficar mais lento rapidamente. Isso ocorre porque a memória RAM é a grande responsável pela execução de programas no seu computador, portanto, é necessário que haja uma quantidade adequada dessa memória para garantir que seu computador possa funcionar rapidamente.

No entanto, é importante destacar que mesmo se você instalar mais capacidade de RAM, seu computador ainda ficará lento com o passar tempo. Essa queda inevitável da velocidade ocorre porque, à medida que o uso aumenta, o número de arquivos e programas instalados no seu computador também aumenta. Na prática, isso significa que seu disco rígido deve compensar a falta de memória RAM, causando lentidão no computador.

Além disso, atualizar constantemente os seus programas é bom para o seu sistema, mas é importante frisar que as atualizações recentes dos softwares sempre tendem a ocupar uma parcela maior de espaço no disco rígido em comparação com as versões anteriores, muito por conta de arquivos temporários que são usados apenas uma única vez.

Além disso, não podemos esquecer o fato de que os vírus desempenham um papel importante na lentidão do computador. O ruim dos vírus é que eles não têm um tempo determinado para atacar, de modo que os ataques de vírus costumam ser totalmente aleatórios e imprevisíveis. Por isso, a melhor maneira de se proteger contra vírus é obtendo um software anti-malware decente, que apesar de também ocupar espaço no disco rígido, acaba sendo um mal necessário.

Problemas com o Windows

Vale destacar que existem alguns problemas relacionados ao desempenho especificamente associados aos computadores que possuem o Windows como sistema operacional. De certo modo, o Windows não foi criado de tal maneira para poder executar determinadas funções de limpeza, como desfragmentar as partições no disco rígido, limpar o registro e eliminar arquivos temporários automaticamente. Por isso, esses arquivos não utilizados continuam a se acumular ao longo do tempo e atolam o poder de processamento do computador, tornando-o mais lento.

Também existem outros fatores não tão óbvios, como bugs no sistema operacional, dados de RAM corrompidos e degradação gradual do hardware ao longo do tempo. Curiosamente, até mesmo outros fatores como a eletricidade estática e os picos de energia contribuem para diminuir a velocidade do computador.

Obviamente, essas são apenas algumas das principais razões pelas quais os computadores tendem a ficar mais lentos com o passar do tempo. Também existem muitos outros fatores envolvidos, muitos deles dependendo dos seus hábitos de uso e da manutenção que o seu computador recebe. Por conta disso, certifique-se de manter seu sistema livre de todos os dados desnecessários que podem impedir a velocidade de processamento da sua máquina e limpe suas peças regularmente para que elas possam durar muito mais tempo.

No fim das contas, o importante é entender que é apenas uma questão de tempo até o seu computador apresentar um certo grau de lentidão, embora essa morosidade possa ser adiada com um pouco de cuidado e atenção com a máquina.

E você, costuma passar muita raiva com a lentidão do seu computador? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: