Curiosidades, Saúde

Animais domésticos podem contrair o coronavírus?

Animais domésticos podem contrair o coronavírus?

Não dá pra negar que o coronavírus é o assunto mais comentado do momento. Nos telejornais, sites e redes sociais o novo vírus tem prendido a atenção de todos, principalmente quando sai uma nova notícia, afinal de contas, as pessoas estão repletas de dúvidas.

Montagem de Site em WordPress

Por falar em dúvidas, uma que é bastante frequente é se os animais domésticos podem contrair o coronavírus, existe uma certa preocupação em torno dos nossos bichinhos de estimação. Bom, se você já teve ou ainda tem essa dúvida, pode ficar tranquilo, pois temos a resposta e te diremos agora mesmo.

 

Animais domésticos podem contrair o coronavírus?

 

O coronavírus no organismo

Antes de mais nada vamos relembrar brevemente a relação do coronavírus com o nosso organismo. Como já sabemos, a principal porta de entrada do novo coronavírus no corpo se dá pelas vias aéreas superiores (nariz e boca), e alguns casos, o novo vírus avança e chega às vias aéreas inferiores  (traqueia, brônquios e alvéolos).

Nem sempre a COVID-19 pode chegar ao pulmão, porém alguns pacientes recuperados tiveram danos na função pulmonar. Algumas pesquisas mostraram redução de 20% a 30% na capacidade respiratória de pacientes que se recuperaram do novo coronavírus, assim, esses pacientes ficam mais ofegantes quando realizam alguma atividade que requer um pouco mais de esforço.

 

Animais domésticos podem contrair o coronavírus?

 

O coronavírus e os pets

Bom, o coronavírus é uma família viral conhecida desde a década de 1960. Existem pelo menos 5 coronavírus conhecidos que infectam humanos, alguns causam sintomas parecidos com os da gripe, mas outros podem levar a síndromes respiratórias mais graves, como a SARS e a MERS. Certos tipos do coronavírus podem contaminar peixes e aves, enquanto outros tem os mamíferos como principal alvo.

Exite um tipo específico de coronavírus que afeta os cães (CCoV) e um outro tipo que afeta os felinos (FCoV), porém os dois tipos só são transmitidos entre animais da mesma espécie. Quando o novo coronavírus surgiu, a OMS chegou a informar que não era possível que um animal de estimação contraísse ele.

Caneca para Presente

 

Animais domésticos podem contrair o coronavírus?

 

Caso em Hong Kong

A afirmação da OMS foi “derrubada” quando  um lulu-da-pomerânia de um chinesa com COVID-19 foi testado como “fraco positivo” para o vírus. O pet possuía uma baixa carga de material genético do vírus que pode ter sido indício de contaminação ambiental (contato com superfície contaminada) e não infecção ativa (transmitido direto do humano para o animal).

O animal não apresentou nenhum sintoma do COVID-19, porém mesmo assim ele foi colocado em quarentena. De acordo com a OMS até agora, não há evidências de que cães ou gatos podem ter sintomas de Covid-19. A organização também afirmou que não há qualquer indício que os animais possam passar o vírus à frente, caso sejam infectados.

 

Animais domésticos podem contrair o coronavírus?

 

Levando em consideração o caso do cãozinho de Hong Kong, os pets podem sim contrair o coronavírus, porém eles não apresentam sintomas e também não transmitem, uma vez que eles (os pets) atuam como um tipo de “reservatório”. A OMS recomenda que caso alguma pessoa seja infectado com o coronavírus, ela deve evitar o contato direto com seus pets e caso entre em contado com eles, deve-se utilizar luvas e máscaras e lavar as mãos antes e depois para proteger o bicho.

Gostou da matéria? Comenta aqui em baixo e não esquece de compartilhar esse post!

Você também pode gostar de