Curiosidades, História

Fatos curiosos sobre a escravidão no Brasil

Fatos curiosos sobre a escravidão no Brasil

Todos nós sabemos que a escravidão já foi uma realidade em boa parte dos países, inclusive no Brasil. Mas também sabemos que ainda hoje ela existe em alguns lugares. A época da escravidão aqui no nosso país durou um bom tempo e nela os negros passaram por várias situações desumanas.

Caneca para Presente

No dia 13 de maio de 1888 foi assinada a Lei Áurea, a data entrou para a história do Brasil, uma vez que ela foi o diploma legal que extinguiu a escravatura no Brasil. Hoje nós separamos alguns fatos curiosos sobre a escravidão no nosso país e você pode conferir todos eles agora mesmo.

Curiosidades Sobre a Escravidão no Brasil

  • Antes mesmo da chegada dos europeus aqui no Brasil, a escravidão já era praticada pelos índios, na sua forma mais primitiva. Entre os tupinambás, que eram antropófagos, a maioria dos escravos eram capturados nas tribos inimigas e acabavam sendo devorados;

  • Não existem números exatos sobre a quantidade de negros que entraram no Brasil como escravos, mas sabe-se que os primeiros navios negreiros foram trazidos pelo português Martim Afonso de Sousa, em 1532. A contabilidade oficial estima que, entre essa data e 1850, algo como 5 milhões de escravos negros entraram no Brasil, mas alguns historiadores acreditam que pode ter sido o dobro;
Fatos curiosos sobre a escravidão no Brasil
  • Os navios negreiros que traziam os escravos da África até o Brasil eram chamados de tumbeiros, isso por conta da morte de milhares de africanos durante a travessia. Estas mortes ocorriam devido aos maus-tratos sofridos pelos escravos, pelas más condições de higiene e principalmente por doenças causas pela falta de vitaminas;

  • Devido alguns registros históricos, dá para saber a origem dos escravos que chegaram ao Brasil. Eles eram divididos em 3 grupos que foram: os da região do atual Sudão, em que os iorubas, também chamados nagôs, predominam; os que vieram das tribos do norte da Nigéria, a maioria muçulmanos de hábitos refinados, chamados no Brasil de malês ou alufás; e, por fim, o grupo dos bantos, capturados nas colônias portuguesas de Angola e Moçambique;
  • Quando chegavam ao Brasil, os escravos eram vendidos em leilões públicos, mas antes de ir para lá, tinham os seus dentes “lustrados”, seus cabelos raspados e óleos aplicados nos seus corpos. Mas não para por aí, além de tudo isso, os escravos também eram “engordados” para poderem ser vendidos por um bom preço;

  • Geralmente os escravos valiam mais quando eram homens e adultos (entre 12 e 30 ano);
Fatos curiosos sobre a escravidão no Brasil
  • Todos os escravos trabalhavam em média das 6 horas da manhã às 10 da noite, praticamente quase sem descanso, e por conta disso, amadureciam muito rápido. Com 35 anos, já tinham cabelos brancos e bocas desdentadas.

Para Finalizar

Crianças brancas e negras andavam nuas e brincavam até os 5 ou 6 anos anos de idade. Elas tinham os mesmos jogos, baseados em personagens fantásticos do folclore africano. Mas quando completavam 7 anos, as crianças negras enfrentavam suas condições e precisavam começar a trabalhar.

Leia Também: O que é colonialismo?
Leia Também: Qual origem do dia da consciência negra?

Caneca para Presente

Naquela época a realidade era completamente diferente, mas não eram todos os  escravos que se rendiam. Boa parte deles enfrentavam os seus senhores e até mesmo lutavam pela liberdade.

Você sabe mais algum fato curioso sobre a escravidão no Brasil? Comenta aqui em baixo e não esquece de compartilhar esse post!

Você também pode gostar de