Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Curiosidades

Quem foi o homem que quebrou a banca do Cassino de Monte Carlo?

O Cassino de Monte Carlo, em Mônaco, é um dos mais famosos estabelecimentos de apostas do mundo. Como resultado, ele é frequentemente mencionado em vários tipos de mídia. Talvez a menção mais conhecida do cassino seja a música “The Man Who Broke the Bank at Monte Carlo”, popularizada pelo cantor e comediante Charles Coborn. Mas, afinal de contas, quem era esse apostador misterioso e como ele “quebrou a banca” do cassino?

Para compreender melhor tudo isso, precisamos primeiramente entender o que significa “quebrar a banca”, pois parece haver alguma confusão em torno do que esse termo se refere especificamente nesse contexto.

O que exatamente é “quebrar a banca”?

Basicamente, “quebrar a banca” é o termo usado para descrever quando um jogador ganha mais dinheiro do que a mesa em que está jogando tem disponível. Embora quebrar a banca também possa se referir tecnicamente a ganhar mais dinheiro do que todo o cassino tem disponível, isso é praticamente impossível de acontecer (pelo menos hoje). Isso porque os cassinos regulamentados são obrigados por lei a cobrir todas as premiações das apostas.

No Cassino de Monte Carlo, sempre que alguém conseguia realizar o feito impressionante de quebrar a banca, os funcionários colocavam um pano preto cerimonial sobre a mesa. Em seguida, mais fichas eram trazidas, o que significava tecnicamente que um apostador habilidoso ou sortudo poderia quebrar a banca várias vezes ao longo de uma única noite.

O primeiro apostador a quebrar a banca do Cassino de Monte Carlo

Cassino de Monte Carlo

Um dos primeiros homens a conseguir quebrar a banca do Cassino de Monte Carlo foi um engenheiro chamado Joseph Jagger. Em 1873, ele passou a estudar as seis roletas do cassino em um esforço para discernir se elas eram realmente aleatórias. Depois de muitas horas analisando as roletas e anotando meticulosamente os resultados com a ajuda de seis funcionários contratados, Jagger descobriu que uma das roletas não estava dando resultados verdadeiramente aleatórios.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Jagger teorizou que um desequilíbrio mecânico na roda estava causando uma ação previsível, criando assim um ponto de exploração. Com esse conhecimento em mãos, ele entrou no cassino e rapidamente ganhou aproximadamente US $ 70.000 (que seriam equivalentes a US $ 1,3 milhão hoje) em uma única noite.

Ao longo dos próximos dias, Jagger quebrou a banca várias vezes, arrecadando aproximadamente US $ 450.000 (cerca de US $ 8,7 milhões hoje). Isso fez com que o cassino alterasse a roleta em que Jagger jogava sem que o apostador soubesse. Como eles já esperavam, Jagger começou a perder rodada após rodada. No entanto, Jagger logo encontrou uma outra roleta “viciada”. Ele notou a presença de um pequeno arranhão em um dos seus números e rapidamente recuperou o dinheiro que havia perdido.

O cassino, novamente surpreso com o fato de que Jagger estava ganhando com consistência, fez alterações nos trastes que dividiam cada número na roleta. Isso eliminou as previsões do apostador e fez com que ele começasse a perder novamente. Então, Jagger pegou seus ganhos restantes e voltou para a Inglaterra, onde se tornou um respeitado empresário. Ao todo, ele saiu do cassino com aproximadamente US $ 325.000, o que daria cerca de US $ 6,3 milhões hoje.

Curiosamente, o cassino em si perdeu muito mais do que isso, devido a várias pessoas que passaram a lucrar com a “sorte” de Jagger, imitando suas apostas. Ainda assim, no fim das contas, essa maré de sorte mais ajudou o Cassino de Monte Carlo do que atrapalhou. Isso porque as vitórias de Jagger foram amplamente divulgadas e ajudaram a popularizar ainda mais o cassino.

O outro homem que quebrou a banca do Cassino de Monte Carlo

Vista exterior do Cassino de Monte Carlo

Embora a façanha de Jagger tenha sido impressionante e amplamente divulgada em seu tempo, não se acredita que ele seja a inspiração para a música “The Man Who Broke the Bank at Monte Carlo”. Acredita-se que a música tenha sido inspirada em outro inglês chamado Charles Wells, que realizou uma façanha semelhante alguns anos depois de Jagger. Na prática, Wells também ajudou a tornar o Monte Carlo um dos cassinos mais populares do mundo, graças a suas façanhas.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Ao contrário de Jagger, que quebrou a banca usando um macete, Wells sempre sustentou que sua onda de ganhos no Monte-Carlo era fruto de pura sorte. No entanto, Wells era um notório vigarista. Desse modo, se era realmente sorte ou não, é uma questão de debate.

O fato é que, ao longo de uma única sessão de jogo de 11 horas, Wells ganhou cerca de um milhão de francos (cerca de US $ 23 milhões hoje) ao apostar na roleta. No processo, foi relatado que Wells conseguiu esgotar as reservas da banca 12 vezes. Além disso, durante uma sequência particularmente impressionante, ele conseguiu ganhar 23 vezes em 30 rodadas, dando a ele uma incrível taxa de precisão de 76%!

O cassino, embora desfrutasse da publicidade, acreditava que Wells deveria estar trapaceando. Por isso, o estabelecimento contratou uma equipe de detetives particulares para descobrir como ele fazia para obter ganhos tão expressivos. No entanto, eles não conseguiram encontrar nada de errado e concluíram que a sequência vencedora parecia ser mesmo o resultado de uma maré de sorte nunca vista antes.

No entanto, o que mais chama a atenção é que, no fim das contas, Wells perdeu tudo o que ganhou no cassino e continuou com sua vida de vigarista. Ele passou o resto de sua vida sendo preso várias vezes por fraudar pessoas, às vezes em uma escala surpreendentemente grande. Ele morreu praticamente sem um tostão no bolso e foi enterrado em um túmulo destinado a indigentes.

Leia também: Os cassinos mais luxuosos do mundo
Leia também: Por que apostar é tão viciante?

Propaganda. Role para continuar lendo.

E você, já tinha ouvido falar no tal homem que quebrou a banca do Cassino de Monte Carlo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Mais

Curiosidades

É bem provável que você já tenha assistido a vários documentários da vida selvagem. Em sua grande maioria, esses programas trazem uma combinação de...

Curiosidades

O mar sempre aparentou ser um ambiente hostil para a vida humana. Tragédias como a do Titanic exemplificam muito bem o quão facilmente vidas...

Curiosidades

Para que um local receba o título de “país” é necessário que ele possua fronteiras definidas, se sustente economicamente, tenha soberania nacional, além de...

Curiosidades

O papel higiênico é uma daquelas coisas indispensáveis dos tempos modernos, pelo menos no mundo ocidental. Hoje em dia, viver sem esse item pode...

Curiosidades

Quando se fala nos Estados Unidos, coisas como as movimentadas avenidas de Nova York e as ensolaradas praias de Miami surgem constantemente em nossas...

Curiosidades

Estamos acostumados a ouvir falar de diversas criaturas mitológicas, inclusive boa parte delas já foram mencionadas em diversos livros. Além disso, já vimos algumas...

Curiosidades

Certamente você já ouviu falar bastante da ONU, a organização que reúne sempre os líderes mundiais. Costumamos ouvir bastante sobre ela principalmente nos jornais,...

Curiosidades

No decorrer da história grandes invenções começaram a surgir, algumas que de certa forma mudaram as nossas vidas, outras que de fato pareciam ser...