Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Curiosidades

Amphicar: o primeiro carro anfíbio produzido em massa da história

Amphicar

Carros e barcos são meios de transporte completamente diferentes, não é mesmo? Enquanto um foi feito para percorrer as estradas mundo afora, o outro domina as águas de rios, lagos e mares. Mas, você pensou na possibilidade de unir ambas as características para criar um veículo anfíbio? Pois bem, essa era a ideia do Amphicar, o primeiro carro anfíbio a ser produzido em massa.

O Amphicar foi um carro fabricado na Alemanha Ocidental durante a década de 1960. Originalmente concebido como um navio militar para operações nazistas durante a guerra, ele tornou-se uma tendência entre alguns motoristas nos EUA ao longo dos anos seguintes. De fato, o Presidente Lyndon B. Johnson, dono de um Amphicar, adorava levar convidados em seu veículo anfíbio para sua fazenda no Texas.

Ao longo desse artigo, nós vamos fazer uma breve retrospectiva da história do carro anfíbio mais icônico do século passado.

Como surgiu o Amphicar?

Carro anfíbio

Em suma, o Amphicar foi concebido como um conversível capaz de operar tanto nas estradas quanto na água. Embora a produção comercial do carro tenha começado apenas em 1961 na Alemanha Ocidental, a história do design original do carro anfíbio remonta à Segunda Guerra Mundial. Basicamente, o design do Amphicar veio de seu antecessor, o Volkswagen Schwimmwagen. Esse veículo militar anfíbio foi projetado pelo engenheiro Hans Trippel, membro do ramo paramilitar dos nazistas.

Estima-se que cerca de 200 Volkswagen Schwimmwagens foram produzidas durante a guerra. No entanto, ele nunca entrou em produção industrial devido ao grande ceticismo em relação à durabilidade desse veículo. Depois de cumprir apenas dois anos de prisão após a decisão dos tribunais de “desnazificação” da Alemanha após a guerra, Trippel voltou à fabricação de veículos e continuou seu sonho de aperfeiçoar o design de seus carros anfíbios.

Propaganda. Role para continuar lendo.

O primeiro design comercial do carro anfíbio de Tippel foi o modelo Amphicar 770, que podia atingir 112 km/h em terra e 11 km/h na água. O conversível de duas portas e quatro lugares tinha um exterior chamativo que se encaixava na estética característica dos anos 60. Para ativar seu “modo aquático”, seu corpo de aço tinha vedações duplas nas portas que podiam ser ativadas puxando uma alavanca, impedindo que o carro anfíbio “engolisse água”.

Entre 1961 e 1968, os Amphicars fabricados na Alemanha foram exportados para partes do Reino Unido e dos EUA, onde foram vendidos por um preço de US $ 2.800 cada (equivalente a cerca de US $ 20.000 com o valor corrigido na moeda de hoje). Ao todo, foram produzidos 3.878 carros anfíbios. Embora esse número possa aparentar ser modesto, o Amphicar continua sendo o único carro anfíbio a ser produzido em massa até hoje.

As pessoas realmente compravam o Amphicar?

Carro anfíbio na água

Surpreendentemente, o carro anfíbio teve bastante sucesso nos EUA. De fato, aproximadamente 90% de suas vendas globais foram registradas no mercado americano. Concessionárias e especialistas do setor anunciaram o projeto como uma inovação única na esfera automotiva comercial.

Para se ter uma ideia, o interesse no Amphicar foi alto o suficiente para gerar uma empresa especialmente voltada ao setor, a Amphicar America. Segundo o site Amphicar.com, formado por entusiastas do Amphicar, o carro anfíbio também foi comercializado como um veículo especializado para serviços de resgates de emergência. Até mesmo a Cruz Vermelha implantou vários veículos anfíbios para atender às áreas de risco de inundação.

Porém, com o passar do tempo, toda essa euforia por trás da embarcação híbrida de barco e carro começou a sumir.

Propaganda. Role para continuar lendo.

O fim e o legado do carro anfíbio

Amphicar na água

O carro anfíbio desfrutou de um breve momento no centro das atenções, mas nunca se tornou popular entre a maior parte dos motoristas. Muito acreditam que o fracasso do Amphicar foi causado por vários fatores contribuintes. Primeiro, a infraestrutura necessária para suportar os recursos exclusivos do carro anfíbio simplesmente não existia. Assim, para que o motorista de um anfíbio colocasse seu veículo na água, era preciso haver espaço suficiente e uma rampa adequada.

Além disso, havia também a questão da identidade confusa do carro anfíbio. Embora o veículo desfrutasse de um certo grau de atenção devido à sua dupla função, o marketing para ele não era claro. Afinal, ele era mais um carro ou um barco? Amas as funções poderiam ser desempenhadas com maestria? No fim, essas dúvidas podem ter custado a confiança dos clientes em potencial do Amphicar.

Embora compacto, o Amphicar também era um automóvel de alta manutenção. Após cinco horas na água, o motor precisava ser lubrificado, o que só poderia ser feito levantando o carro inteiro e retirando os bancos traseiros. Além disso, a exposição à água salgada também o tornava vulnerável à erosão, por isso ele precisava ser frequentemente limpado com água fresca.

A produção do carro anfíbio parou oficialmente em 1965, mas outros veículos anfíbios fabricados com as peças restantes continuaram a ser vendidos nos próximos anos. Em 1968, quando o último Amphicar foi vendido, a recém-criada Agência de Proteção Ambiental do governo dos EUA (EPA) estabeleceu novos padrões para emissões de veículos e regulamentos de segurança, o que arruinou ainda mais os planos de marketing do veículo anfíbio.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Mas esse não foi o fim do carro que capaz de se transformar em um barco. Eles ainda existem como aquisições premiadas de colecionadores de carros. De fato, estima-se que cerca de 600 anfíbios ainda podem ser encontrados nos EUA.

Leia também: Conheça os carros mais bizarros do século passado
Leia também: Os carros com os visuais mais engraçados da história

Um carro muito interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Propaganda

Leia Mais

Curiosidades

Todo mundo já deve ter ouvido falar do Chroma Key, aquele fundo verde que geralmente é usado para adicionar efeitos especiais nos filmes de...

Curiosidades

Se você está por dentro das noticias, com certeza deve ter visto que a banda One Direction completou 10 anos recentemente, levando milhares de...