Mistérios

As terríveis assombrações do Farol de Santo Agostinho

BannerVideos

Em Santo Agostinho, na Flórida, colonos espanhóis construíram um farol durante os anos de 1600 que em 1824 tornou-se o Farol Oficial dos Estados Unidos. Infelizmente, este não resistiu ao tempo e, em 1874 teve de ser substituído por um novo a um quarto de milha de distância. Este farol contém inúmeras histórias de assombrações que foram diversas vezes presenciadas por turistas, dentre elas está a primeira tragédia. Ainda na construção original, o faroleiro St. Andreu caiu enquanto pintava a parte externa da torre e morreu ao atingir as rochas onde o mar batia. Outra destas histórias faz parte da construção do novo farol, quando o governo decidiu que iria erguer uma nova torre, foi necessário comprar várias terras de colonos moradores do local, para impedir isso um dos proprietários chamados Dr. Ballard começou a espalhar grilos por todos os lados, mas seu plano falhou miseravelmente.

assombracao-farol-santo-agostinho-3

Depois de sua morte, Dr. Ballard começou a assombrar o Farol e até hoje é visto por quem até lá vai. Certo dia de verão, Hezekia Pittee permitiu que suas filhas junto a uma amiga fossem brincar próximas ao farol, porém após um descuido o carrinho com que as três meninas brincavam perdeu o controle e as três caíram no mar e morreram afogadas. Dizem quem o espírito de uma delas ainda habita o farol. Mas os relatos não param por ai, um antigo zelador dizia sempre sentir cheiro de fumaça de um charuto exatamente igual ao que seu mentor fumava antes de falecer, acredita-se que este faroleiro continua na torre ainda exercendo seu trabalho. A Casa do Zelador também tem suas histórias, este era um prédio reservado a moradia daquele que cuidaria do Farol, porém durante alguns anos ele foi alugado como apartamentos. Vários locatários relatavam ver uma menina que vestia roupas antigas andar pelo lugar e atravessar paredes.

assombracao-farol-santo-agostinho-2

Durante a década de 1950 o último faroleiro do local decidiu que não moraria na Casa do Zelador pois tinha extremo medo dessas aparições, então ele trocou com um soldado da Guarda Costeira que lá foi morar com sua irmã. Juntos, eles riam de como o zelador sentia medo dos passos que ouvia no andar de cima. Outra assombração era vista no local quando a Loja do Farol foi construída. Ela era chamada de “O Homem Azul” ou também de “André” e vagava pelo comércio como se tivesse grande apego por tudo ali, acredita-se que esta foi uma das atividades poltergeist que aconteceu no lugar. E por último, a torre do Farol. É lá que vivem as mais terríveis assombrações de todo o lugar, várias testemunhas relataram ouvir gritos terríveis, vozes assustadoras e passos pesados vindos do alto da torre. Os funcionários contam que todas as noites checam a porta deste sótão, porém no dia seguinte sempre a encontram destrancada. Também são sempre vistas pegadas e ouvidas vozes por toda a propriedade sem explicações plausíveis, tornando o local extremamente assustador, mas também muito interessante. Você teria coragem de visitar este lugar?

 

 

Você já assistiu nosso último vídeo no Canal Experimentando?

Clique aqui para assistir no YouTube

Você também pode gostar de