Tecnologia

Microsoft aprimora sua IA a tornando capaz de quebrar silêncios constrangedores

Há alguns dias a Microsoft começou sua divulgação a respeito de sua inteligência artificial que, agora, é capaz de falar e – ao mesmo tempo – analisar vozes humanas. A ideia é manter uma conversa mais natural e fluida sem precisar ficar dizendo palavras de ativação da IA. Isso porque ela é capaz de prever o que será falando em frente e quando haverá uma pausa para poder falar.

A estreia desta nova função será com Xiaoice, na China, e Rinna, no Japão. Após o lançamento, a Microsoft se concentrará nos próximos 6 meses a distribuir essa tecnologia para outros chatbots da companhia como a Zo Al nos EUA. O bacana é que, como ela é capaz de prever quando você irá parar de falar e também o que provavelmente você dirá em seguida, a AI sabe quando interromper você com informações bacanas e importantes.

Além disso, quando houver aquele silêncio constrangedor, ela o preencherá com curiosidades legais. Ou seja, falar do tempo nunca mais! hehe Para possuir essa capacidade o sistema utiliza o conhecimento adquirido com as conversas dos bots da Microsoft e mais de 200 milhões de pessoas nos últimos anos. Assim, ela aprendeu quando pode interromper e falar.

“Se Xiaoice estiver contando uma história, ela não será facilmente interrompida por murmúrios e conversas, a menos que haja uma intenção explícita do usuário em parar. O Xiaoice optará por ignorar a intenção não explícita dos usuários, como injeções como ‘umm’ ou ‘huh’”, disse Ying Wang, diretor do Zo AI da Microsoft.

Bacana, né? Comente!

Você também pode gostar de