Bizarro, Curiosidades, Entretenimento, Humor

SEGA x Nintendo: A maior rivalidade dos games!

Anos 90… Uma década fascinante! Mas no mundo dos games, uma década cheia de tretas! Rivalidade sempre existiu na humanidade, é normal haver comparações de coisas com propostas semelhantes ou algo semelhante entre elas. Algumas dessas rivalidades rendem longas discussões, seja de questões técnicas ou opiniões.

Uma coisa que influencia bastante em rivalidade é o marketing. Se “x” empresa alfineta a outra, mesmo que indiretamente, é motivo de longas discussões comparando uma com a outra. Mas o maior marketing de rivalidade da década de 90, foi sem dúvidas, a rivalidade da Nintendo com a SEGA. Por qual motivo? Comprovar qual era o melhor console 16 Bits, o Sega Genesis (Conhecido aqui no Brasil como Mega Drive) ou o Super Nintendo. Mas onde a rivalidade começou?

Este comercial é do ano de 1989. Nele, as alfinetadas da SEGA na Nintendo são notáveis, sendo jogadas na sua cara o tempo inteiro. O slogan do comercial “Genesis Does” (Genesis faz) está presente o tempo inteiro, mas o ponto secundário é alfinetar a Nintendo. Após o “Genesis Does”, o comentário começa com “Gráficos de Arcade 16 Bits”, mostrando alguns jogos como Super Monaco GP, Michael Jackson’s Moonwalker, Columns, Joe Montana Footbal e alguns outros. A música do comercial é o tempo todo “You can’t do this on Nintendo” (Você não pode fazer isso no Nintendo) que os fãs da SEGA utilizavam na época. Após isso, o comercial encerra com o “Genesis Does, What Nintendon’t.”

O termo “Nintendon’t” é usado até hoje por muitos haters da Nintendo graças ao famoso comercial. Mas a provocação da SEGA não parou por aí. Mesmo após o lançamento do Super Nintendo, em 1990, a SEGA não deixou barato, continuando as provocações.

Em 1992, eles fizeram um comercial comparando superficialmente o Super Nintendo com o Sega Genesis. Neste comercial, a SEGA martelou o termo “Blast Processing”, único aspecto técnico que pode-se dizer a superioridade do Mega Drive. Blast Processing é um termo capitalizado do clock do Mega Drive, que é basicamente o dobro do Super Nintendo. Confira:

Mas claro que a Nintendo daria o troco. Em 1994, a Big N lançou um comercial de Donkey Kong Country. O game possui gráficos renderizados em 3D, coisa que a Nintendo martela no comercial inteiro. Mas o ponto alto dele foi as frases “Onde você vai encontra-lo? Não na SEGA, Não no 32X (adaptador do Mega Drive para melhoria gráfica), Não no CD-ROM, ele está somente no Super Nintendo!” De fato, Donkey Kong Country parece a resposta da Nintendo para a SEGA, com uma das fases até caçoando do Sonic, com sapatos semelhantes à do ouriço em uma lixeira.

Sonic-Donkey-Kong-Country-2

Mas e você? Conhecia esses comerciais? Comente!

Você também pode gostar de