Curiosidades, História, Saúde

Como surgiu a Penicilina?

Senão fosse ela, meus amigos, a expectativa de vida do ser humano ainda seria baixíssima. Ainda morreríamos de pneumonia, sífilis, meningite e diversas outras doenças sérias já que os médicos não poderiam fazer nada para impedir. Por isso hoje decidi contar para vocês como surgiu a Penicilina. Espero que gostem!

Acredite ou não, mas um dos medicamentos mais importantes de nossa história surgiu ao acaso. Acontece que o pesquisador escocês Alexander Fleming decidiu viajar por duas semanas em 1928. Quando voltou, ele percebeu que mofo havia se desenvolvido em  uma de suas placas de cultura da bactéria staphylococcus. Então, ao analisar o que havia acontecido ali, Fleming percebeu que este mofo curioso havia impedido o crescimento das bactérias na placa e, assim, concluiu que aquela formação fruto da umidade possua propriedades bactericidas.

No princípio, acreditava-se que a penicilina surtia efeito apenas em bactérias grã-positivas, não agindo sobre as bactérias grã-negativas. Após, quem finalizou os estudos de Flening foram os pesquisadores Howard Flory e Ernst Chain na Universidade de Oxford. Foram eles os responsáveis pelo desenvolvimento da penicilina como medicamento ao iniciar diversos testes de laboratório em ratos. Os estudos de todos os cientistas citados nesta matéria definitivamente mudaram o rumo da medicina e graças a eles, hoje podemos nos curar rapidamente de centenas de doenças. Obrigada, antibiótico! Obrigada, penicilina! Hehe.

Bizarro que tudo tenha acontecido por acaso, não acha? Comente!

Você também pode gostar de