Curiosidades

Por que as linhas de energia não sofrem curto-circuito com as chuvas?

Por que as linhas de energia não sofrem curto-circuito com as chuvas?

A maioria dos líquidos, quando entram em contato com instalações elétricas, acabam provocando assustadores curtos-circuitos, o que comprova o fato de que água + eletricidade não é uma combinação muito amistosa. Mas, se essa parceria é tão chocante (desculpe mas não podia deixar o trocadilho passar :P), por que as linhas de energia não sofrem com constantes colapsos na passagem de corrente elétrica quando está chovendo?

Bem, primeiramente você deve se lembrar das suas aulas de ciências do ensino médio onde o seu professor dizia que a água é um bom condutor de energia. A verdade é que a água pura não é realmente condutora. No entanto, a água que geralmente entra em contato com os circuitos elétricos raramente é água pura, isto é, normalmente ela está repleta de minerais e impurezas. Esses outros elementos são o que torna a água eletricamente condutora e, portanto, um perigo quando colocadas em contato direto com os circuitos elétricos.

Mas, voltando ao assunto principal desse post, existem várias razões que garantem que as linhas de energia normalmente não apresentem curto-circuito. Primeiro, como mencionado anteriormente, a água pura não é tão condutora, e a água que cai diretamente do céu é bem próxima da pura (pelo menos no que diz respeito à sua condutividade). Você precisa de íons na água para que esta conduza eletricidade, o que geralmente é escasso na água da chuva, de modo que raramente acontecem curtos-circuitos em decorrência de precipitações.

Além disso, isolantes elétricos são instalados para manter os circuitos separados, ou seja, impedir que eles entrem em contato. Esses isolantes elétricos são materiais que permitem que nenhuma ou pouca corrente elétrica flua através deles quando estão sob a influência de um campo elétrico. Os isoladores que eles usam nas linhas de energia são feitos de cerâmica, que é um mau condutor de eletricidade. Em outros sistemas de alta voltagem, eles também usam outros materiais de isolamento como porta-cabos de vidro, vácuo, gás etc.

Isolador elétrico de cerâmica.

Esses isolantes não apenas evitam curtos-circuitos como também oferecem outra vantagem. Eles possuem múltiplas ranhuras em forma de sino que impedem que a água da chuva chegue às partes internas e, portanto, impedem a formação de uma camada completa de água que poderia apresentar problemas na rede.

Por fim, as empresas de energia executam atividades de manutenção regulares nas torres. Elas limpam esses isolantes elétricos pulverizando água desionizada sobre eles, o que garante que permaneçam eletricamente não-condutores.

Interessante, não é mesmo? Deixe o seu comentário!

Leia Também: