Curiosidades, Saúde

Com o que é feita a anestesia?

Com o que é feita a anestesia?

Anestesia é algo que me intriga muito. Quando pequena, passei pela operação de retirada das amígdalas e como era de se esperar, precisei de anestesia geral. O curioso é que a sensação não foi como eu imaginava. Achei que iria sentir sono, mais sono, mais sono até que adormecesse, porém ao contrário disso simplesmente apaguei do nada, sem alerta poucos minutos após a aplicação do remédio. Lembrando disso fiquei curiosa, com o que é feita a anestesia? Vamos descobrir?

Pois bem, os anestésicos são divididos em duas categorias: gerais e locais. Ambos podem ser aplicados de diversas formas, porém as mais comuns são inalação e via venosa. Os inaláveis sao gases inorgânico como o óxido nitroso ou hidrocabonetos tais como éter, halotano, isoflurano, desflurano e outros. Acredita-se que estes atuam diretamente na membrana de lipídio dos neurônios, assim impedindo que os impulsos sejam transmitidos no sistema nervoso central.

Já as anestesias venosas atuam diretamente nas sinapses dos neurônios Aqui existem uma infinidade de medicamentos para desempenhar este papel, dentre eles barbitúricos, opioides, fenóis e vários outros. A mais conhecida por nós, leigos, é a morfina que faz parte do grupo de opioides. Como dito acima, estes remédios lidam diretamente nos neurônios, assim atuando em certos receptores do sistema nervoso espinhal e supra-espinhal com o objetivo de bloquear a dor.

Qual a diferença entre anestesia local e geral?

Acima falamos que as anestesias fazem parte de duas categorias que são local e geral. A anestesia geral é utilizada em cirurgias de maior complexidade e grande porte, nesta situação o paciente fica totalmente inconsciente e incapaz de se mover ou sentir qualquer coisa. É comum que se utilize junto a anestesia geral a entubação ou a utilização de um espirador artificial já que seu cérebro esta parcialmente ‘desligado. Já a anestesia local é um procedimento mais simples e comum, sendo utilizada em situações onde é necessário bloquear a dor de uma pequena região e quase todas as especialidades de médicos pode aplica-la com segurança, diferente da anestesia geral que precisa ser aplicada por um anestesiologista. Além dos anestésicos aplicáveis através de injeção também existe a aplicação em gel ou spray.

Interessante, não acha? Comente!

Leia Também: