Curiosidades, História

Quem inventou o sutiã?

Artigo quase imprescindível nos guarda-roupas femininos ao redor do mundo, o sutiã é um item que ultrapassa gerações. Com a utilidade de dar sustentação e manter tudo no lugar, nós mulheres o utilizamos sem questionar muito. Mas afinal, quem inventou o sutiã? Você já pensou nisso?

Seja de pano, com bojo, com alça ou sem, do tipo nadador ou diversos outros modelos que são vendidos nas mais diversas lojas pelo Brasil e pelo mundo, é necessário dar o devido destaque a inventora de algo tão universal.

Seu nome era Mary Phelps Jacob, ela era uma socialite conhecida nos Estados Unidos. A história conta que em 1910, aos 19 anos, Mary – na época já chamada de Caresse Crosby – estava se vestindo para comparecer a mais um baile de debutantes e, como de costume, vestia um espartilho endurecido e sua capa restritiva e extremamente apertada que achatava e unia seus seios. Revoltada por ter que passar mais uma vez por tamanho desconforto, ela chamou sua empregada pessoal e pediu dois lenços de bolso, uma fita rosa, agulha, fio e alfinetes. Assim ela moldou com os materiais um simples sutiã que causou bastante impacto já que ainda naquela noite ela se movia com liberdade e destreza, diferente das outras que utilizavam seus apertados espartilhos.

A patente original de Mary

Certo dia ela recebeu um pedido para fazer outra daquelas peças e recebeu um dólar em troca, assim percebendo que poderia fazer disso um negócio. Foi então que em 12 de fevereiro de 1914 ela solicitou a patente que lhe foi concedida em novembro do mesmo ano com o nome de ‘brackless brassiere’. Mary descreveu a peça como bem adaptada para mulheres de todos os tamanhos, assim sendo tão eficiente que poderia ser utilizada até mesmo por pessoas que faziam exercícios vorazes tais como o tênis.

Sensacional, não acha? Comente!

Você também pode gostar de