Curiosidades

Quantos litros de sangue tem o corpo humano?

Quantos litros de sangue tem o corpo humano?

O sangue é um tecido líquido que é formado por diferentes tipos de células e que circula pelo sistema vascular. Sua principal função é o transporte de oxigênio e nutrientes para as células, ou seja, ele é realmente essencial para a nossa vida. Porém, você saberia dizer quantos litros de sangue tem o corpo humano?

A quantidade de sangue no corpo humano pode variar dependendo de fatores como idade, sexo, saúde geral e até mesmo onde a pessoa vive. Por exemplo, os homens tendem a ter mais sangue do que mulheres de tamanho e peso comparáveis. Curiosamente, as pessoas que vivem em grandes altitudes podem ter até dois litros a mais em comparação com aqueles que vivem em altitudes baixas. Isso acontece porque como o ar em altitudes mais altas tem menos oxigênio, as pessoas que vivem em altitudes elevadas precisam de uma quantidade extra para fornecer a quantidade necessária de oxigênio para o devido funcionamento do corpo.

Mas eu sei que você clicou nesse post com o objetivo de saber um número exato, não é mesmo? Pois bem, os cientistas estimam que o volume de sangue do corpo de um ser humano seja de aproximadamente 7% do peso corporal. Um corpo de um adulto com tamanho médio e com um peso de 68 a 81 kg vai ter aproximadamente 4,7 a 5,5 litros de sangue. Uma criança com um peso corporal de 36 kg terá aproximadamente metade da quantidade de sangue de um adulto comum.

Toda essa quantidade é essencial para o desempenho de funções, muitas delas até surpreendentes. Por exemplo, o sangue desempenha um papel especial na regulação da temperatura corporal. Quando o seu corpo aquece, ele ajuda a manter a temperatura estável, transferindo o calor extra para a pele, onde pode ser finalmente “liberado” do corpo.

Como parte do sistema imunológico, o sangue também ajuda a combater doenças. Se você machucar alguma parte do corpo, as plaquetas presentes nele logo começarão a coagular como uma forma de ajudar a parar o sangramento. Esta função de “auto-reparo” previne a perda desse tecido líquido que pode ser fatal em casos de onde o sangramento fica fora de controle.

Interessante, não é mesmo? Comente!

Leia Também: