Curiosidades, História

Quem foi Touro Sentado?

Quem foi Touro Sentado?

Antes dos colonos europeus chegarem ao lugar que um dia se tornaria os Estados Unidos da América, nativos americanos já viviam e prosperavam em numerosas comunidades por todo o território. E quando se fala em nativos americanos, existe um nome que se destaca mais que os outros: Touro Sentado.

Touro Sentado (Tatanka Iyotake na língua dacota), nasceu por volta de 1831 e se tornou um dos líderes indígenas mais famosos do século 19. Por ser um membro totalmente devotado às tradições de seu povo, ele se transformou em um grande inimigo dos colonos quando ainda era jovem. Seu primeiro de muitos encontros com os soldados colonizadores que buscavam ouro em terras indígenas aconteceu em 1863. Foi a partir desse combate que ele passou a ser reconhecido pelos seus atos lendários de bravura nos campos de batalha.

Touro Sentado e sua família.

Touro Sentado também era amplamente reconhecido como um homem de visão e estratégia. Considerado pelo seu povo um homem santo e um bravo guerreiro, ele se tornou o chefe de toda a nação Lakota Sioux por volta de 1868. Sob a liderança de Touro Sentado, as várias tribos Sioux se uniam nas lutas para manter seu estilo de vida. Depois que quantidades consideráveis de ouro foram descobertas na região de Black Hills em 1874, o número de conflitos com as forças do exército americano passou a aumentar cada vez mais.

Em 1876, ele supostamente teve uma premonição de que seu povo logo iria conquistar uma grande vitória. Essa visão acabou por se tornar realidade na Batalha de Little Bighorn. Esse combate se tornou o mais famoso das guerras indígenas nos Estados Unidos, sendo que os índios Lakotas conseguiram aniquilar a cavalaria norte-americana com sucesso. Touro Sentado e seu companheiro Cavalo Louco foram os grandes comandantes do lado dos guerreiros indígenas que conseguiram causar a morte de 268 soldados americanos.

Pintura retratando a Batalha de Little Bighorn.

No dia 15 de dezembro de 1890, as tropas americanas prepararam uma investida com o objetivo de prender Touro Sentado, se aproveitando da fragilidade das tribos que chegavam a passar fome pela falta de fornecimento de carne por causa da baixa população de búfalos para caça na região. A motivação dos soldados seria a ascensão da “Dança Fantasma”, uma religião tribal que os funcionários do governo temiam que pudesse levar a um novo conflito entre os nativos americanos e os brancos da área. A polícia invadiu a casa de Touro Sentado às 6 horas da manhã na esperança de levá-lo sem que os outros membros da tribo percebessem que seu líder estava sendo preso. Mas o chefe indígena tentou resistir à prisão, acordando os outros índios e dando início a um tiroteio. Touro Sentado acabou sendo alvejado no peito e na cabeça, morrendo na hora. Na ocasião, outros 12 índios foram mortos pelas forças policiais.

Esse seria o fim do legado do chefe indígena que com toda a sua bravura resistiu a mais de três décadas de invasão dos “caras pálidas”, como eram chamados os soldados pelos índios. O corpo de touro sentado foi inicialmente enterrado no Cemitério Fort Yates, mas em 1953 os descendentes de sua família exumaram os seus restos mortais e os levaram para uma cova nos arredores de Mobridge, Dakota do Sul, seu local de nascimento. Um monumento em homenagem a ele foi erguido ali e até hoje é visitado por seus admiradores.

Monumento em homenagem a Touro Sentado.

História interessante, não é mesmo? Comente!

Leia Também: