Curiosidades, História

Como surgiram os números?

Como surgiram os números?

Você consegue imaginar um mundo sem números? Ao longo da história da civilização humana, eles se tornaram tão importantes que podemos dizer que a sociedade como conhecemos hoje nunca teria se desenvolvido sem eles. Os avanços científicos e tecnológicos sobre os quais a sociedade é baseada são derivados da matemática que por sua vez depende dos números. Mas apesar de sua importância, o surgimento e o desenvolvimento dos números continua sendo um mistério.

Canecas para Presente

Muitos estudos apontam para a ideia de que os números e os primeiros sistemas de contagens surgiram a partir da necessidade de se registrar a quantidade de objetos e animais. Acredita-se que quando os homens dessa época saíam para caçar ou pescar, eles levavam consigo ossos ou pedaços de madeira, onde faziam riscos de acordo com cada animal que era capturado. Evidências de que isso ocorria há cerca de 20 mil anos podem ser encontradas em um artefato antigo conhecido como Osso de Ishango. Encontrado em 1960 na região hoje correspondente a República Democrática do Congo, o Osso de Ishango (um osso da região da perna de um babuíno) apresenta uma série de linhas que se serviam como um registro de quantidades em uma época onde os números ainda eram inexistentes.

Osso de Ishango.

Manter o controle de um pequeno número de itens com essas simples marcações era suficiente para indivíduos e pequenos grupos. Mas à medida que as sociedades começaram a se formar e crescer, o comércio se tornou mais complexo, sendo um dos principais fatores que levaram ao desenvolvimento de números para a realização cálculos matemáticos simples. Os historiadores acreditam que os números e a contagem se desenvolveram por volta do ano 4.000 aC na Suméria, localizada no sul da Mesopotâmia e que hoje corresponde ao sul do Iraque. Uma das primeiras civilizações a construir cidades que serviam como centros comerciais, o povo da Suméria precisava de novos métodos de contagem para manter o devido funcionamento de sua sociedade.

Para manter o controle das mercadorias que estavam sendo negociadas, surgiu a necessidade da criação de operações básicas como adição e subtração, além de uma expansão dos numerais. Todas essas ideias se desenvolveram simultaneamente enquanto as cidades e o comércio cresciam. Alguns pesquisadores também acreditam que essas mesmas ideias também se desenvolveram de forma independente em outras áreas do mundo. Por exemplo, a criação dos algarismos indo-arábicos, que usamos nos dias atuais, é geralmente creditado a dois matemáticos da Índia antiga: Brahmagupta do 6 º século aC e Aryabhat do 5 º século aC.

Posteriormente, os números se tornaram necessários para finalidades ainda mais complexas do que simplesmente contar as coisas. Os antigos egípcios foram dos grandes responsáveis pela popularização dos números em outros tipos de operações. Os historiadores acreditam que o uso de números para medições territoriais permitiu que os antigos egípcios construíssem as pirâmides e criassem a base para conceitos avançados de matemática, como a geometria.

Acredita-se que a construção das pirâmides egípcias impulsionaram o uso de operações mais complexas.

Com tudo isso em mente, é muito legal perceber que todas as fórmulas matemáticas complexas que permitem o desenvolvimento de nossa sociedade atual começaram com simples indivíduos que marcavam pequenos riscos em ossos durante suas caçadas.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe esse post e deixe o seu comentário!

Leia Também: