Curiosidades

Por que a vela só produz fumaça quando é apagada?

Por esses dias, eu estava no quintal da minha casa revirando um antigo baú que tinha uma quantidade absurda de objetos que eu nem fazia ideia de como foram parar lá. No meio desse monte de coisa, acabei encontrando algumas velas que minha mãe tinha comprado tempos atrás. Então, decidi acender uma delas para ver se estava funcionando. Quando percebi que estava tudo certo com ela, assoprei o pavio e logo notei algo que nunca tinha parado para pensar antes. Quando apagamos uma vela, ela produz uma pequena quantidade de fumaça, mas isso não acontece quando está acesa. Curioso, acabei descobrindo a razão por trás dessa “bruxaria” e venho aqui compartilhar essa descoberta com vocês.

Para compreender isso, precisamos primeiro entender o funcionamento de uma vela, não é mesmo? Pois bem, uma vela funciona como resultado da combustão de algum, dando origem a um processo que gera calor e que consequentemente produz luz. Uma vela tradicional é constituída basicamente por duas partes: um pavio e um corpo de cera. O pavio é a pequena parte que se sobressai do topo do corpo de cera e é a parte que realmente queima e produz uma chama. Um pavio é geralmente uma pequena corda trançada de algodão que “segura” a chama de uma vela por um determinado período de tempo. A sua queima acontece devido a um fenômeno chamado “ação capilar”, pois o combustível (nesse caso a cera) fornece o material necessário ao pavio para que ele mantenha a chama acesa.

Quando uma vela é acesa, a pequena quantidade de cera presente na parte de baixo do pavio começa a derreter. O pavio então absorve a cera derretida e a puxa para cima através de ação capilar. O calor da chama evapora a cera derretida, que por sua vez combina com as propriedades do oxigênio no ar para produzir uma chama constante. É assim que ela continua queimando até ficar sem nenhum combustível restante e se apagar, deixando apenas aquela fumaça característica. Pois bem, essa fumaça é, na verdade, cera de parafina vaporizada.

Como mencionado anteriormente, quando uma vela queima, não é apenas o seu pavio que está em combustão, mas também a cera da vela. Essa cera é bastante inflamável, mas somente quando vaporizada. Ou seja, quando você sopra a vela, o calor permanece e continua a vaporizar a cera, mas apenas por alguns segundos. No entanto, esse curto período de tempo é o suficiente para produzir uma trilha que é vista por nós como a tal “fumaça das velas”.

Interessante, não é mesmo? Comente!

Você também pode gostar de