Curiosidades, História

O dia em que uma inundação de cerveja matou 8 pessoas em Londres

O dia em que uma inundação de cerveja matou 8 pessoas em Londres

Em 17 de outubro de 1814, na freguesia de St. Giles, em Londres, Inglaterra, houve uma inundação que entrou para a história como um dos acontecimentos mais bizarros que já aconteceu naquele lugar. Oito pessoas foram mortas e inúmeras ficaram feridas quando enormes barris de cerveja (equivalentes a 1.470.000 litros) estouraram e jorraram para as ruas, levando tudo o que encontravam pela frente. Mas como esse acontecimento inusitado veio a acontecer?

Canecas para Presente

O “dilúvio de cerveja de Londres”, como ficou conhecido, começou na cervejaria The Horse Shoe Brewery (retratada na capa desse post). A fabrica de cerveja abrigava o maior barril de cerveja que a cidade já tinha visto, contando com 6,5 metros de altura e com a capacidade de armazenar 600 mil litros de cerveja. No fatídico dia, um dos cintos que servia como suporte do barril acabou se rompendo. Incapazes de manter a integridade do tanque por conta própria, os outros 28 cinturões dos outros barris da fábrica também se quebraram em efeito dominó, dando origem a uma liberação desenfreada de mais de 1,5 milhão de litros cerveja.

Ilustração retratando os grandes barris da fábrica.

Embora a cervejaria estivesse localizada em uma região meio isolada do centro da cidade, a área em frente a ela era densamente povoada. A inundação de cerveja fluiu direto para o coração da área, conhecida como St. Giles, causando um caos em massa. Alguns edifícios chegaram a ser arrancados de suas fundações e ficaram completamente destruídos. As pessoas que andavam nas ruas naquele momento foram facilmente levadas pela onda de cerveja.

Um total de oito pessoas morreram na tragédia. Um funcionário do bar Tavistock Arms, um dos edifícios destruídos, foi esmagado sob os escombros quando a estrutura cedeu. Uma garotinha e sua amiga, ambas com menos de cinco anos de idade, estavam tomando chá do lado de fora de casa quando inundação as levou embora. Outras cinco pessoas foram mortas em decorrência de desabamentos e afogamentos.

Canecas para Presente

A região da fábrica depois do ocorrido.

Por incrível que pareça, entusiastas de uma boa cerveja foram às ruas quase que imediatamente, carregando potes, panelas, chaleiras e xícaras na tentativa de salvar o máximo possível. Aqueles que não conseguiam encontrar nenhum recipiente acabavam usando as próprias mãos para tomar uns goles da bebida. A quantidade de pessoas que tentavam colocar as mãos na corrente de cerveja era tão grande que isso chegou a atrapalhar os esforços das equipes de resgate que tentavam retirar as pessoas presas nos escombros.

Depois de várias horas, os sobreviventes da inundação de cerveja de Londres foram finalmente levados para o hospital. A limpeza da cidade, no entanto, levou muito mais tempo para ser normalizada, pois segundo relatos, o cheiro da bebida ficou presente nas ruas por semanas. Obviamente, todos os destroços acabaram sendo limpos, mas a reconstrução do local levou muito tempo e dinheiro. Eventualmente, os donos da cervejaria foram levados ao tribunal por causa do incidente, mas logo foram considerados inocentes.

Que bizarro, não é mesmo? Deixe o seu comentário!

Leia Também: