Curiosidades

Como funciona o tempo dentro de um sonho?

Como funciona o tempo dentro de um sonho?

Já parou pra pensar em como o tempo passa dentro de um sonho, ou não, dormiu no ponto? Heheheee…

Te peguei

Trocadilhos à parte, é interessante como parece que tudo acontece de forma não convencional quando estamos sonhando: Formas definidas (ou não), acontecimentos que parecem sem ligação, animais, objetos e, por vezes, nossas emoções e pensamentos interagindo com tudo o que acontece em volta. Freud e Jung, importantes personalidades da Psicanálise, formularam estudos que mostram que todo este caos (ou calmaria, dependendo do sonho) é um produto de nosso subconsciente e diz respeito sobre nossos pensamentos mais profundos, desejos, anseios e que os elementos que vemos em nossos sonhos, na verdade, são códigos e símbolos sobre tais pensamentos e emoções.

Enquanto nosso subconsciente despeja seus símbolos diante de nossos olhos sonolentos, o tempo passa. Um tempo que não é igual os cinco minutos que deixamos nosso miojo ferver, parece que tudo corre mais rápido… mas por quê?

De forma subjetiva, podemos constatar rapidamente que sim, o tempo corre muito mais rápido em nossos sonhos. É por isto que sempre achamos estar em uma determinada situação em um sonho por muito tempo, quando, na verdade, só se passaram uma, duas horas, talvez minutos.

Uma prova disto é que, ao observarmos uma pessoa em sono profundo, temos o Movimento Rápido dos Olhos ou Rapid Eye Movement, conhecido pela sigla R.E.M., nome científico para o movimento rápido que nossos olhos fazem quando estamos dormindo (apesar da banda que usa o nome ser bem mais conhecida que o próprio termo). Quando estamos em sono profundo, nosso corpo e nossos músculos voluntários permanecem inertes, porém, nossos olhos ainda se mexem.

Estes movimentos rápidos podem ser observados mesmo ao olharmos as pálpebras de uma pessoa dormindo. Uma vez que as imagens em nossos sonhos são mais aceleradas, nossos olhos também se aceleram, para acompanhá-las, o que dá a sensação de “contração” do tempo.

E não se esqueça: Bons sonhos, e não os deixem ser apenas sonhos!

Entendeu a referência?

E aí, gostou? Comente pra gente, compartilhe 🙂

Leia Também: