Curiosidades, História

Conheça a Mansão Smith, a casa que matou seu construtor

Conheça a Mansão Smith, a casa que matou seu construtor

Por mais de trinta anos, uma estrutura frágil de madeira que conta com cinco andares e longas escadas onduladas está abandonada no topo de uma colina no meio do Wapiti Valley, perto da cidade de Cody, no estado americano de Wyoming. A casa é o resultado de um longo e árduo trabalho, já que foi construída sozinha por um excêntrico engenheiro chamado Francis Lee Smith. Mas infelizmente, a casa que deu tantas alegrias a Francis também acabou ceifando a sua vida anos mais tarde.

Francis Smith passou doze anos construindo a casa usando madeiras recuperadas de um incêndio que devastou uma montanha vizinha. Depois que o fogo danificou as árvores na encosta da montanha, as autoridades ambientais da região liberaram as toras queimadas de graça para qualquer um que pudesse ajudar a limpar a montanha. Com o apoio de alguns ajudantes, Francis carregou boa parte das toras de madeira e logo começou a construir a sua “cabana dos sonhos”.

Francis passou a morar na casa junto com sua esposa e dois filhos assim que o primeiro andar ficou pronto, mas ele nunca parou de construir. Ele passou a trabalhar em sua casa até mesmo durante as noites, onde a luz de uma única lâmpada servia como guia na escuridão. O problema é que sua louca paixão pela sua residência logo viria a destruir o seu casamento e mudar radicalmente a sua vida.

A casa não era nem um pouco aconchegante. Não havia água encanada e a eletricidade era fornecida apenas por um pequeno gerador. Um fogão a lenha no piso inferior era a única fonte de calor e a mesa de jantar da família era um grande tronco de árvore que contava com pequenos tocos ao redor substituindo cadeiras. Durante o inverno, toda a família dormia em sacos de dormir no chão, amontoados em torno da única fonte de calor da casa, o fogão. Durante o verão, o Sr. Smith dormia em uma rede, enquanto que seus filhos repousavam em uma cabana separada que ficava na varanda da frente. Até mesmo guaxinins, gatos selvagens e corujas se refugiavam na estrutura ou abaixo do piso, o que impedia que a família tivesse uma boa qualidade de vida.

Depois de alguns anos, sua esposa cansou da vida caótica, se divorciou de Francis e foi morar com os filhos em uma outra cidade. As crianças continuaram a visitar o pai e ocasionalmente passavam as noites na casa. Mas sem a família, Francis caiu em depressão e decidiu investir ainda mais do seu tempo na construção da casa, levantando várias paredes sem o cuidado de usar algum planejamento arquitetônico. Em 1992, a obsessão de Francis o levou a morte, quando ele caiu de uma varanda enquanto trabalhava na mansão. Seu corpo só foi descoberto dois dias depois.

Desde a sua morte, a mansão está totalmente abandonada. Exposta à toda ação climática, a estrutura de madeira começou a apodrecer e cair lentamente, sem falar nos vândalos que também causaram alguns danos. Há alguns anos, a filha de Smith, Sunny Larsen, vem tentando arrecadar dinheiro para reerguer a casa.

História curiosa, não é mesmo? Compartilhe esse post e deixe o seu comentário!

Leia Também: