Curiosidades

Compartilhar fones de ouvido pode ser mais nojento do que você imagina

Compartilhar fones de ouvido pode ser mais nojento do que você imagina

Compartilhar fones de ouvido com o seu melhor amigo parece ser algo bem legal e inofensivo, certo? Lamento informar, mas esse simples gesto de caridade não é tão inocente quanto parece. Estudos recentes têm mostrado que o compartilhamento desses dispositivos pode levar ao surgimento de problemas no sistema auditivo. Ficou curioso para saber a causa disso? Então continue lendo o post para entender melhor como os pesquisadores chegaram à essa conclusão.

Canecas para Presente

Primeiramente é preciso enfatizar que, embora a cera de ouvido (ou cerúmen) seja uma maneira natural do nosso corpo proteger o interior de nossos ouvidos e prevenir infecções, ela está sempre repleta de bactérias vivas. Por sua vez, os fones de ouvidos acabam cobrindo o ponto de saída da cera, aprisionando umidade e calor que criam ótimas condições para o desenvolvimento das bactérias. Além disso, nossos fones de ouvido também ficam cobertos de germes provenientes das superfícies com as quais eles entram em contato, como mesas ou bolsas.

A situação piora ainda mais quando compartilhamos os fones de ouvido com uma outra pessoa. Estudos mostraram que os fones por si só já aumentam em 11 vezes a quantidade de bactérias nos ouvidos e o simples fato de compartilhar esses dispositivos com alguém pode dobrar esse número. Em outras palavras, o compartilhamento de fones não é indicado porque a flora bacteriana do sistema auditivo varia de pessoa para pessoa, o que faz com que essa “troca” de micro-organismos aumente o risco do desenvolvimento de infecções na região.

Vale a pena destacar que o compartilhamento dos fones de ouvido com pessoas da sua família também não fará com que o risco do desenvolvimento de algum problema no sistema auditivo diminua, já que as bactéria presentes nos nossos ouvidos são sempre únicas, mesmo se comparadas com as dos nossos parentes.

A falta de limpeza dos fones também pode provocar uma série de problemas desagradáveis, como o surgimento de fungos, cravos e espinhas. Por isso, recomenda-se a remoção frequente dos resíduos de cera nos fones com um pedaço pequeno de algodão levemente umedecido com álcool.

Já sabia dessa? Compartilhe o post e deixe o seu comentário com a gente!

Leia Também: