Curiosidades, Saúde

O que são os calos?

Há alguns dias contamos um pouco sobre o que são as bolhas e como trata-las, afinal, quem nunca usou um novo calçado e as recebeu de presente? Além da bolha, muitas vezes os tais de calos também acabam dando seu ar da graça em nossos pés de gente trabalhadora. Seja um tênis, sapatilha ou sapato de salto, ninguém sai impune quando o assunto é calo. Porém, mesmos não se atem apenas aos pés, surgindo muitas vezes nas mãos e dedos. Mas afinal, como eles surgem?

Pois bem, os calos são áreas duras formadas por camadas de pele que tornam a área grossa e rígida. Isso graças a movimentos, contatos e pressões repetidas que são recebidas em uma única área. Em geral, eles não são nocivos a nossa saúde, porém podem acabar causando problemas tais como infecções. A principal causa para sua formação está em utilizar sapatos apertados ou soltos demais que acabem causando movimento, assim através do atrito formam o calo. Além disso, músicos que tocam instrumentos de cordas também cultivam seus calos, porém estes desejam muito que a formação rígida surja já que alivia a dor da tensão das cordas. Isso também ocorre com fisiculturistas que desejam muito formar calos, assim aliviando a pressão da palma das mãos contra os halteres.

Agora, caso você não queira os talvez indesejáveis calos, existem alternativas para retira-los, porém o método depende do tipo: existem os helomas, tilomas e hiperqueratosianas. Independente da classificação, é importante procurar um podologista para que o mesmo faça uma análise e receite o método mais indicado. Vale ressaltar que nada adianta retirar o calo e continuar fazendo a mesma coisa que o causa sempre, isso acabará gerando um ciclo sem fim. Eu mesma uso All Star desde os 12 anos e cultivo 2 calos, um em cada pé, graças ao formato do tênis. Como não vou deixar de usa-os, deixo meus calos bem quietinhos onde estão.

Você possui calos que o incomodam? Conta pra gente sua experiência nos cometários!

 

Você também pode gostar de