Curiosidades, História

Você sabia que o cabo de guerra já foi um esporte olímpico?

Você sabia que o cabo de guerra já foi um esporte olímpico?

O cabo de guerra é considerado por muitos uma simples brincadeira onde os garotos pesados ​​são heróis e crianças magras são sempre as últimas a serem escolhidas por algum lado. Mas as suas origens são bem mais antigas do que parece, já que essa prática remonta aos antigos povos egípcios e chineses que competiam no que era considerado um esporte real. Na verdade, o fator histórico e cultural do cabo de guerra sempre foi tão grande que alguns atletas já chegaram a competir pela glória das medalhas de ouro em Olimpíadas.

Em 1900, o cabo de guerra fez a sua estreia olímpica nos Jogos Olímpicos de Paris, onde cada equipe contava com oito competidores. Basicamente, as regras do esporte eram as mesmas das que praticamente todo mundo já conhece: uma equipe seria considerada vitoriosa caso conseguisse puxar o time oponente de modo a fazê-lo cruzar uma linha central, geralmente marcada com o auxílio de um lenço.

Diferentemente das outras modalidades, as competições olímpicas de cabo de guerra eram disputadas por equipes individuais e não com apenas um time representando um determinado país. Na prática, isso significava que uma nação poderia ganhar várias medalhas, o que veio a acontecer em 1904, quando três equipes de homens fortes dos Estados Unidos dominaram os adversários e levaram para casa todas as medalhas de ouro, prata e bronze.

A Grã-Bretanha conseguiu o mesmo feito em 1908, só que sua superioridade foi motivo de vários controvérsias. Uma das três equipes da Grã-Bretanha era composta por membros da polícia de Liverpool, que segundo os Estados Unidos, usava calçados ilegais. De acordo com as regras oficiais do cabo de guerra olímpico, nenhum competidor deveria usar botas ou sapatos preparados com quaisquer pregos, pontas, grampos, cavidades ou projeções de qualquer tipo. Enquanto os americanos cumpriam as regras dos sapatos, os seus adversários europeus não faziam o mesmo, tanto é que os britânicos supostamente usavam calçados tão grandes e tão pesados ​​que só com muito esforço poderiam ser levantados do chão, o que lhes daria uma enorme vantagem. O líder da delegação americana chegou a protestar contra o calçado dos britânicos, mas as autoridades das Olimpíadas fizeram vista grossa e resolveram manter os resultados.

Nas Olimpíadas de Antuérpia, em 1920, as equipes da Grã-Bretanha conseguiram levar para casa cinco medalhas no total com os mesmos macetes dos calçados, mostrando que os atletas até poderiam ser fortes na corda, mas eram péssimos no espírito esportivo. Após os jogos de 1920, o Comitê Olímpico Internacional decidiu reduzir o número de modalidades e o cabo de guerra ficou entre os esportes removidos. Acredita-se que as controvérsias que rodeavam o esporte foram as grandes responsáveis pela sua exclusão.

Sabia dessa? Deixe o seu comentário! 😀

Leia Também: