Curiosidades, Saúde

Quais foram as temperaturas mais extremas já registradas?

temperaturas

A temperatura sempre é motivo para comentários das pessoas: seja porque o clima está frio ou quente, as pessoas sempre reclamam por não estarem se agradando com certa temperatura. Nesse artigo falaremos sobre ambos os lados: a temperatura mais fria e a temperatura mais quente já registradas no planeta Terra. Vamos tentar tirar as suas dúvidas e lhe fazer reclamar um pouco menos do clima de nosso país tropical, que pode até fazer certo frio ou calor, mas jamais se aproximou dos extremos, se mantendo sempre ameno.

Se você gosta de frio, talvez teria curtido estar em Vostok, uma estação de pesquisa russa na Antártida. Em 21 de julho de 1983, essa região registrou 89,2 graus negativos! Essa é considerada a base científica mais isolada do mundo, pois está localizada em uma altitude superior a 3,4 mil metros, numa região elevada do leste antártico. Bom, talvez os pesquisadores nem tenham notado a friaca, já que na Antártida o frio castiga por ser uma área onde o sol não possui tantos raios fortes. Para se ter uma ideia, o corpo humano resiste normalmente aos 27 graus negativos, quando já apresenta dificuldades para funcionar.

Se você gosta de calor, um momento bem legal para você estar no Vale da Morte, na Califórnia seria o dia 10 de julho de 1913, onde foram registrados 57,6  graus! O corpo humano lida melhor com o calor que com o frio, tanto que uma temperatura negativa pode causar uma hipotermia em alguns minutos e uma temperatura alta leva certo tempo para representar grandes riscos. O médico inglês Sir Charles Blagden entrou em um quarto aquecido a 105 graus e permaneceu no local por 15 minutos. Em testes mais recentes ficou provado que o homem pode aguentar até 20 minutos em um local a 127 graus.

Um exemplo de que o corpo aguenta esse tipo de extremo são as saunas, onde o termômetro pode chegar aos 90 graus. O suor é o grande aliado nesses momentos, já que ele reduz a temperatura do corpo enquanto evapora. A água do corpo é gasta para esfriar a pele, causando uma “normalidade” no organismo da pessoa. A morte por insolação pode acontecer quando o corpo tem a temperatura interna acima de 42 graus.

Matou a curiosidade? Deixe nos comentários!

Você também pode gostar de