Curiosidades

Você já ouviu falar em hipnose da estrada?

Você já se deparou fazendo algo sem se lembrar exatamente como começou a fazer essa determinada ação? Obviamente, você não deve ter sido abduzido por alienígenas, mas simplesmente deve ter experimentado algo parecido com a chamada “hipnose da estrada”, que já foi tema de estudos em vários centros de pesquisa ao redor do mundo.

A hipnose da estrada, também conhecida como de hipnose rodoviária, é um estado de transe sob o qual uma pessoa dirige um veículo por longas distâncias de uma maneira totalmente correta, normal e segura, mas sem ter nenhuma lembrança exata de ter feito isso conscientemente. Os motoristas que experimentam esse estado mental geralmente apresentam um comportamento característico como se estivessem totalmente focados em uma outra função ou até mesmo “fora de si”, mas conseguem processar diretamente todas as informações necessárias para dirigir o carro de uma forma segura.

A ideia da hipnose da estrada surgiu pela primeira vez em um artigo de 1921 com o nome “hipnotismo de estrada”, enquanto o termo “hipnose da estrada” só viria a ser introduzido em 1963 pelo estudioso G.W. Williams. Na década de 1920, os pesquisadores já haviam observado que muitos motoristas pareciam adormecer com os olhos abertos, mas conseguiam de alguma forma continuar a dirigir seus veículos normalmente. Nos anos 50, alguns psicólogos sugeriram que acidentes automobilísticos inexplicáveis ​​poderiam estar ligados à hipnose da estrada. No entanto, estudos modernos sugerem que existe uma diferença entre dirigir sob os efeitos da hipnose da estrada e dirigir com a mente cansada.

O post ainda não terminou... Mas que tal descobrir se o refrigerante DR PEPPER é bom em nosso último vídeo?

Clique aqui para assistir no YouTube



Na verdade, a hipnose da estrada é um exemplo simples de um fenômeno de automaticidade. A automaticidade é a capacidade de realizar ações sem pensar conscientemente sobre elas. As pessoas realizam atividades automáticas o tempo todo, como caminhar, andar de bicicleta ou praticar alguma habilidade de aprendizado, como o tricô. Quando uma determinada habilidade é dominada, é possível realizá-la mesmo quando a pessoa em questão se concentra em outras tarefas.

Por outro lado, dirigir fadigado (principalmente por causa dos efeitos da privação do sono) pode causar acidentes gravíssimos. Diferentemente da hipnose da estrada, o cansaço mental pode levar o motorista a adormecer ao volante, desligando-o completamento do comando de suas ações motoras. Para evitar o cansaço, você pode tentar fazer o uso de simples ações enquanto dirige, como comer alguma coisa, fazer paradas constantes, dirigir à luz do dia, sentar com boa postura e até mesmo ouvir algum tipo de música que você não gosta, pois enquanto as suas músicas favoritas tem a capacidade de deixá-lo relaxado, as músicas desejadas podem causar uma certa “pertubação” que pode deixá-lo acordado mais facilmente.

E você, já esteve sob os efeitos da hipnose da estrada? Deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de