Curiosidades

Do que é feita a areia?

Do que é feita a areia?

A areia é um material granular que cobre diferentes tipos de superfícies pelo mundo, incluindo praias, leitos de rios e desertos. A depender da sua origem e localização, a areia possui uma grande variedade de cores, incluindo branco, preto, verde e até mesmo o rosa. Mas afinal, do que ela é feita?

O componente mais comum presente na areia é o dióxido de silício, que é um composto geralmente encontrado na forma de quartzo. Além disso, alguns tipos de areia também são constituídos por outras rochas e minerais, incluindo feldspato e mica. Os chamados “processos de intemperismo”, como o vento, a chuva e os ciclos de congelamento e descongelamento, são os responsáveis por decompor essas rochas e minerais em pequenos grãos.

Ao contrário de outros minerais comuns, o quartzo é duro, insolúvel em água e não se decompõe facilmente através dos processos de intemperismo. As partículas de quartzo costumam ser transportadas pelo vento para as praias, onde o quartzo se acumula e forma a areia praiana que estamos acostumados a ver. No entanto, algumas ilhas tropicais, como as ilhas havaianas, não têm uma fonte muito rica em quartzo, então a areia desses lugares apresentam características diferentes. As praias em ilhas tropicais muitas vezes parecem ser mais brancas, pois são  majoritariamente compostas por carbonato de cálcio, que é proveniente das conchas e esqueletos de vários organismos marinhos vivos, incluindo corais, moluscos e certos micro-organismos chamados foraminíferos.

A areia se forma quando o recife se decompõe, seja por forças mecânicas como ondas e correntes ou pela erosão causada pela movimentação de peixes, ouriços e outras criaturas marinhas. A famosa areia rosa das Bermudas também é composta por carbonato de cálcio erodido, mas acaba adquirindo uma cor avermelhada por causa da presença de micro-organismos vermelhos da espécie Homotrema rubrum.

Curiosamente, pouco se sabe sobre a origem da areia abundante nos maiores desertos do mundo. Pesquisas sugerem que o deserto do Saara já foi coberto por uma vasta vegetação antes de ser submetido a uma mudança drástica no clima. Por outro lado, o Deserto do Namibe, no sul da África, pode ter sido formado através dos sopros de vento do rio Orange, na África do Sul.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: