Curiosidades

Como surgiu a árvore de Natal?

Como surgiu a árvore de Natal?

O Natal está a cada dia mais próximo e esta época sempre me trás inúmeras curiosidades. Uma delas é como surgiu o costume de enfeitar a árvore de Natal. Quem será que inventou esse costume? Qual será o objetivo?

Este é um costume muuuito antigo que remonta um tempo muito anterior a Jesus nascer. Religiões pagãs já tinham como ritual enfeitar árvores para celebrar a fertilidade da natureza. Os romanos eram um desses povos que enchiam suas árvores de enfeites em honra a Saturno, o Deus da agricultura. Já no Egito era comum que, durante o solstício de Inverno, fossem trazidos diversos ramos verdes para dentro das casas, assim celebrando a vitória da vida sobre a morte. Já os druidas Celtas decoravam seus carvalhos com maças douradas.

Os primeiros registros históricos relacionados a árvore de Natal através da cultura cristã vem do norte da Europa no início do século XVI, porém dizem que esta já era uma tradição medieval em função de outros registros de árvores de natal na Lituânia nos anos de 1510. Havia um antigo calendário cristão onde no dia 24 de dezembro as pessoas se uniam para celebrar o dia de Adão e Eva, sua história costumava ser encenada nas igrejas neste dia. Para representar o paraíso, era utilizada uma árvore cheia de frutos. Foi assim que se tornou costume levar árvores para dentro das casas e enche-las de enfeites que, com o tempo, foram ficando mais e mais elaborados.

Após, nos séculos XVII e XVIII o povo germânico também adotou este hábito, então atribuindo a árvore de Natal a Martinus Luter, aqui conhecido como Martinho Lutero, o fundador da Igreja Protestante. Segundo a lenda, Lutero teria passado a noite toda passeando pela floresta quando viu o efeito das estrelas no topo das árvores, assim tendo a ideia de trazer no topo dos pinheiros uma estrela e diversas velas para iluminar. Porém, só durante o século XIX que a árvore de Natal começou a ser utilizada em todo o mundo, isso graças a contribuição da monarquia britânica devido ao príncipe Alberto, marido da rainha Vitória que tinha suas origens na Alemanha. Foi ele quem montou uma árvore de Natal no palácio britânico e fez com que o mundo visse a belíssima alegoria. Foi feita uma ilustração da mesma que, após, foi publicada na Illustrated London News em 1846.

Em países católicos, a aceitação foi um pouco mais lenta, afinal a origem da tradição era pagã. Mas aos poucos, a árvore de Natal foi conquistando seu espaço até invadir todas as casas no século XX até chegar a tradição que conhecemos hoje. Incrível, não é mesmo? Comente!

Leia Também: