Notícias

Cidade na Tailândia está usando água com açúcar para combater poluição do ar

A poluição do ar é um dos maiores problemas enfrentados pela humanidade na era moderna. Isso é ainda mais complicado em países emergentes, especialmente na Ásia, onde grandes indústrias com um alto nível de produção de gases tóxicos são construídas em tempo recorde. A crise da poluição do ar na Tailândia, por exemplo, chegou a um nível tão complicado que as autoridades estão tentando usar alguns métodos não convencionais para purificar o ar. Por incrível que pareça, o governo local de Bangkok, capital e cidade mais populosa do país, recentemente começou a pulverizar uma infusão de água com açúcar na atmosfera para alcançar tal objetivo.

As autoridades locais começaram a usar água açucarada em vez da água normal por causa de uma técnica bastante ambiciosa. A ideia por trás dessa bizarra estratégia de combate à poluição é que, ao aumentar a viscosidade da água usando açúcar, ela poderá aprisionar as partículas poluentes quando pulverizada no ar. No entanto, alguns especialistas acreditam que essa abordagem nada convencional pode fazer mais mal do que bem.

O Dr. Weerachai Putthawong, professor de química orgânica na Universidade Kasetsart, disse em entrevista ao site Workingpoint News que duvida muito do fato de que a água adoçada trará melhores resultados do que a água comum. Ele afirma que o aumento da viscosidade do líquido não fará muita diferença, pois o equipamento usado para realizar o trabalho não é poderoso o suficiente para pulverizar a água em gotículas pequenas capazes de capturar a poeira e o material tóxico presente no ar. Segundo ele, as partículas possuem 2,5 mícrons de tamanho, mas as máquinas atuais usadas para pulverizar a água só podem capturar partículas de até 10 mícrons.

Para piorar, o açúcar adicionado também pode fazer com que as superfícies onde a mistura acaba se depositando desenvolvam um ambiente perigoso para a saúde, já que esse aditivo orgânico permitiria o desenvolvimento de bactérias e fungos. Só nos resta esperar para ver o desenrolar dessa história.

Uma técnica bastante incomum não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você já assistiu nosso último vídeo no Canal Experimentando?

Clique aqui para assistir no YouTube

Você também pode gostar de