Curiosidades, Saúde

Qual a diferença entre cápsula, comprimido e drágea?

Quando compramos um medicamento, é comum que na caixa haja escrito uma dessas palavras: comprimido, drágea e capsula. Mas e agora… O que significa cada uma delas? Qual a diferença? É o que iremos descobrir!

Cada medicamento tem um formato em função da interação que precisa fazer com seu organismo para que cause o efeito desejado, é a variação de formato que causa também a variação de nome.

Cápsula

A cápsula, mais conhecida como a responsável por fazer você passar muito trabalho para toma-la e causar possíveis engasgos seguidos de dois litros de água, é feita por um material gelatinoso que serve para guardar o princípio ativo do medicamento que fica dentro dela, assim facilitando a deglutição. Elas pode ser tanto sólidas quanto líquidas.

Drágeas

Essa é bem parecida com o comprimido, tendo o principio ativo em pó com substâncias misturadas que são capazes de dar liga ao material como amido ou ainda goma arábica. Porém, a diferença está na película externa que serve para impedir a degradação de seus compostos internos.

Comprimido

Este é o mais comum que, como disse acima, é feito com um principio ativo em pó que é unido através de amido ou goma arábica que é compactado até ficar uniforme e adorável, como compramos nas farmácias.

Curiosa a diferença, não é mesmo? Comente!

Você já assistiu nosso último vídeo no Canal Experimentando?

Clique aqui para assistir no YouTube

Você também pode gostar de