Curiosidades, História

O que foi o Holocausto?

Um dos eventos mais trágicos e vergonhosos de toda a história da humanidade, o Holocausto começou em 1933, quando o partido nazista chegou ao poder na Alemanha. Esse genocídio durou até o final da Segunda Guerra Mundial, quando a Alemanha foi finalmente derrotada em 1945. Ao longo desse post, vamos explorar como tudo isso começou e quais foram as suas consequências em questões étnicas, geopolíticas e culturais.

O Holocausto teve início através das políticas discriminatórias do líder nazista Adolf Hitler. Hitler odiava os judeus, chegando a culpá-los pela derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial e considerando-os como membros de uma suposta “raça inferior”. Para se ter uma ideia, em seu livro “Minha Luta” ele prometeu livrar a Alemanha de todos os judeus. Apesar de inicialmente ninguém realmente acreditar que Hitler faria as coisas que disse, ele começou a trabalhar no cumprimento do seu objetivo logo depois que se tornou chanceler da Alemanha. Nesse período, ele criou novas leis que passaram a discriminar os judeus, roubando-lhes os seus direitos.

Hitler também organizou ataques contra os judeus e seus negócios. Por exemplo, em 9 de novembro de 1938, muitas empresas e casas judaicas foram vandalizadas ou queimadas durante o que ficou conhecido como “Kristallnacht”, ou “Noite dos Cristais”. Após o início da Segunda Guerra Mundial, a perseguição de Hitler aos judeus tornou-se cada vez mais violenta. Como as forças nazistas já haviam ultrapassado a maior parte da Europa, os judeus foram forçados a viver em bairros pobres que eram cercados por arame farpado e cheios de guardas armados. As condições de vida eram miseráveis, pois havia pouca comida e remédios disponíveis.

Por fim, um grande número de judeus acabou sendo transferido para os campos de concentração, que serviam como enormes campos de prisioneiros, onde eles eram obrigados a realizar trabalhos forçados com pouca água e comida, o que fazia com que muitos morressem doentes. Muitos campos de concentração até tinham câmaras de gás nas quais grandes grupos de judeus acabariam sendo assassinados com gases venenosos e queimados como parte da “Solução Final” de Hitler. De fato, a palavra “Holocausto” veio do vocabulário grego e significa “sacrifício pelo fogo”. Na Segunda Guerra Mundial, os nazistas haviam matado cerca de seis milhões de judeus, dos quais, segundo especialistas, mais de um milhão eram crianças.

No entanto, os judeus não foram as únicas vítimas das atrocidades de Hitler. O líder alemão acreditava que todas as outras raças, além de sua própria “raça ariana”, eram inferiores e deveriam ser eliminadas. Além dos judeus, milhões de pessoas de outros grupos também foram mortas, incluindo poloneses, russos, sérvios e ciganos. Os nazistas também tinham como alvo os católicos, os deficientes mentais e os dissidentes políticos.

Vale destacar que o número total de mortes causadas pelas políticas discriminatórias de Hitler ainda gera controvérsias entre estudiosos. Alguns especialistas estimam que os nazistas assassinaram cerca de 12 milhões de pessoas inocentes, enquanto outros acreditam que o total pode ter chegado a 20 milhões!

Um episódio lamentável da história da humanidade, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você já assistiu nosso último vídeo no Canal Experimentando?

Clique aqui para assistir no YouTube

Você também pode gostar de