Bizarro, Curiosidades, Mistérios

Como começaram as creepypastas?

Como começaram as creepypastas?

Quem me conhece sabe que eu adoro uma boa creepypasta, afinal não é atoa que faço o Canal EuTeConto há alguns anos, porém você já parou para pensar em como tudo isso começou? É isso que pretendo contar hoje para vocês, meus nobres amigos.

Para entender, é preciso voltar um pouco no tempo em que o Google não era nem projeto. Nesta época onde não existiam mecanismos de buscas a internet era povoada por fóruns e conteúdos de difícil acesso. Então, em 1996 surgiu o Altavista e neste momento houve a grande divisão entre a chamada Surface (superficie) e a Deep Web (profundezas da rede). A diferença aqui estava justamente no que era e no que não era indexado por esses mecanismos de busca e que não podia ser acessado através dos navegadores comuns. Entre 1998 e 2003 os tópicos de fóruns eram a verdadeira febre e por lá era possível encontrar todas as bizarrices do mundo obscuro – Deep Web – que era trazido a Surface. Poré, nada ganhou tanta força quanto um subgênero curioso lançado em um canal do 4chan.

Para quem não sabe, o 4chan era um imageboard de 2003 que era acessado por todo mundo que era viciado em internet e por lá existia um completo caos de anonimato onde todo mundo postava tudo o que você pode imaginar. Tudo. Dentre essa bagunça nasceu um subgênero que foi carinhosamente chamado de creepypasta. O nome deriva da copypasta e tinha a palavra creepy justamente em função de seu propósito que era trazer tudo o que existia de mais bizarro e aburdo escondido na internet para o 4chan – grande parte vinha diretamente da DeepWeb. No início realmente, a creepypasta era formada por histórias reais como 3 Guys e and 1 Hammer, Torturenet, Cannibal Cafe, Lolita Slave Toy e outras conhecidas.

Como essas histórias foram repetidas e repetidas e repetidas até todo mundo conhece-las, acabou que as bizarrices reais pararam de chegar e a Creepypasta começou a ficar sem conteúdo, foi quando o espaço para o terror inventado apareceu. Nesta época começaram a surgir os contos e histórias criados e fictícios, porém sempre com a famosa frase ‘baseado em fatos reais’ já que os usuários do 4chan estavam ali em busca do bizarro real, não ficcional. No fim, a creepypasta tornou-se sinônimo de história fake, criação da imaginação perturbada de alguém até se tornar o que conhecemos hoje.

Curioso não é mesmo? Comente!

Leia Também: