Curiosidades

Qual a diferença entre Pós-Graduação Lato Sensu e Stricto Sensu?

Acabo de me formar e ao integrar este mundo da pós-graduação, me deparei com a primeira pergunta: Lato Sensu ou Stricto Sensu? E agora… O que é isso?

Lato Sensu

Lato Sensu é latim e significa ’em sentido amplo’, o que faz todo o sentido quando você começa a entender melhor o que cada um é. A pós-graduação Lato Sensu compreende todos os programas de especialização como, por exemplo, os MBA (Master Business Administration). Todos devem ter um mínimo de 360 horas e ao finalizar o curso, o aluno recebe um certificado ao invés de diploma. É exigido que o aluno seja formado em uma graduação, obviamente, e este deve atender as exigências do programa de pós-graduação lato sensu. Tudo isso segundo o Art. 44, III, Lei nº 9.394/1996.

Stricto Sensu

Stricto Sensu também é latim e tem justamente o significado oposto do Lato Sensu, o que em tradução literal seria ‘sentido específico’. Esta compreende os programas de mestrado e doutorado que são abertos também apenas para estudantes que já possuem a graduação e também que atendam as exigências específicas do programa e do edital. Ele representa um grau elevado de pesquisa quando comparado ao Lato Sensu, além disso o formando receberá o título de Mestre ou Doutor juntamente com um diploma. Tudo isso também segundo o Art. 44, III, Lei nº 9.394/1996

Curioso não é mesmo? Você conhecia essas denominações? Comente!

Leia Também: