Curiosidades, Saúde

Protetor solar faz bem para a pele?

Como bem sabemos, devemos passar protetor solar todos os dias, assim protegendo nossa pele do temido Sol e seus raios ultravioletas capazes de queimar nossa pele, causar manchas, rugas e até mesmo o temido câncer de pele. Porém, será que ele faz bem?

Pois bem, é muito importante que você utilize a quantia correta do produto para adquirir apenas suas propriedades positivas. Atualmente a Anvisa permite o uso de 35 substâncias como filtro ultravioleta e é claro que algumas delas podem causar alergias e irritações. O que poucos sabem é que a benzofenona-3 ou o 4 metil benzidileno cânfora ou ainda o octilmetoxicinamato – todos extremamente difíceis de escrever – são substâncias um pouco perigosas que dependendo o organismo podem acabar causando alterações hormonais, danos celulares e em casos raríssimos e extremos, serem cancerígenos.

Por isso é de extrema importância utilizar a quantia certa, isso porque o acúmulo de protetor solar na pele pode causar uma maior absorção dos componentes ao organismo, assim causando os ditos problemas. Além disso, o uso em excesso pode interferir na síntese da importante vitamina D. Excesso significa utilizar grande quantia do produto, não significa utilizar todos os dias – até porque o indicado é justamente utilizar sempre que você for se expor aos raios solares. Se você quiser realmente se proteger, o ideal é consultar um dermatologista para que o profissional possa indicar a melhor marca e composição para o seu tipo de pele, assim evitando alergias e problemas mais sérios. O profissional também poderá ensinar você a maneira correta para utilizar o produto. 😉

Viu só? Tudo na vida em excesso faz mal, até mesmo protetor solar.

Você também pode gostar de