Curiosidades

Por que a água borbulha quando ferve?

Por que a água borbulha quando ferve?

Quando se trata de ferver água, tudo o que precisamos fazer é colocar um recipiente com água em cima de alguma fonte de calor. Com a temperatura e tempo suficientes, a água ficará borbulhante, fervente e vaporosa. Mas afinal, por que a água fervente borbulha tanto?

Quando a água é fervida, ela passa por uma mudança física e não por uma mudança química, por isso as moléculas de água não se separam em hidrogênio e oxigênio. Em vez disso, as ligações entre as moléculas de água se quebram e permitem que elas mudem fisicamente de um líquido para um gás. Quando a água é fervida, a energia térmica é transferida para as moléculas de água, que começam a se mover mais rapidamente. Eventualmente, as moléculas têm muita energia para permanecerem conectadas como um líquido, de modo que quando isso ocorre, eles formam moléculas gasosas de vapor de água, que consequentemente flutuam para a superfície na forma de bolhas.

Ou seja, as bolhas em uma panela fervente de água também são feitas de água. A diferença é que, nesse caso, ela está em estado gasoso. Desse modo, o que parece ser uma panela cheia de água e ar é na verdade apenas uma panela cheia de água em dois estados físicos diferentes. Você provavelmente já sabe que a água se apresenta em três formas: sólido, líquido e gasoso. A forma sólida chamamos de gelo, a forma líquida é a água comum e a forma gasosa é o vapor. O vapor de água existe ao nosso redor no ar o tempo todo, no entanto, não conseguimos vê-lo.

Para converter um líquido em um gás via ebulição, o líquido deve ser aquecido até que a sua pressão de vapor esteja equivalente à pressão atmosférica. No caso da água, isso ocorre a aproximadamente 100º C. É por isso que 100º C é considerado o ponto de ebulição da água. No entanto, é importante destacar que o ponto de ebulição da água pode ser maior ou menor a depender de muitos fatores externos, como altitude, pressão atmosférica e outros produtos químicos presentes na água.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Leia Também: