Conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Curiosidades

O que é um licor?

A cultura do álcool é repleta de nomes, criações e cultura. Cada bebida tem origem em um país e está presente em todo o mundo nas mais diversas variações, sabores e teores alcoólicos. Entretanto, você já parou para pensar em o que é cada uma delas? Hoje começa uma nova sessão no TriCurioso e com ela, uma bebida deliciosa. Afinal, o que é um licor?

Em um breve resumo, o licor é uma bebida adoçada feita com álcool e frutas, ervas, temperos, flores, sementes, raízes, cascas de árvore e o que mais você quiser, além disso também é incluído algo doce como sacarose, mel ou ainda glicose. Licor vem da palavra em latim ‘liquore” que significa, literalmente, líquido. Em geral, um licor não é envelhecido como vinho ou whisky, porém é preciso que fiquem descansando por algum tempo até atingir o sabor esperado.

Essa bebida nasceu na Idade Média quando o vinho era o principal tipo de antisséptico que eles tinham por lá. Entretanto, raízes, ervas e plantas eram constantemente estudadas por monges na tentativa de curar doenças e males que existiam na época. Depois dos primeiros estudos, foram os alquimistas que levaram as pequisas a diante e segundo registros, Arnaldo de Vilanova, um sábio catalão que nasceu em 1240, foi o pioneiro na arte de tinturas modernas feitas a partir de ervas e álcool. Seu fiel aprendiz Raimundo Lúlio foi quem escreveu sobre o álcool e suas receitas de licores com efeitos curativos.

Neste período tínhamos o álcool com açúcar misturado com limão, rosa e flor de laranjeira. Também eram colocadas pepitas de ouro, essa mistura era considerada panaceias – ou seja, um remédio que curaria todos os males. Quando a Peste Negra surgiu e se espalhou por toda a Europa durante o século XIV, eram os licores feitos com bálsamos vegetais e tônicos os medicamentos mais procurados. Nesta época os licores eram feitos com aguardente de vinho ou rum, tinha fabricação doméstica e também era utilizado tanto na culinária quanto na confeitaria.

Com a chegada do século XIX, a indústria da destilação começou a tomar forma e fez com que surgisse no mercado uma infinidade de tipos de licor, assim fazendo os caseiros desaparecer. Foram os italianos quem refinaram a arte e a produção de fazer licor, sendo a rainha Catarina de Médici quem levou as receitas para a França após visitar o país. Luís XIV se apaixonou pelo tal licor que, para ele, era feito de âmbar e grãos de anis, almíscar e canela.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Leia Mais

Curiosidades

Existem mais de 7.000 idiomas espalhados pelo mundo, são tantos que é completamente impossível saber de todos. Aqui no Brasil geralmente aprendemos nas escolas,...

Curiosidades

No passado, o conhecimento humano sobre as reações químicas não era tão profundo quanto é agora. Da mesma forma, os homens das cavernas não...

Curiosidades

James Bond é indiscutivelmente um dos agentes especiais mais populares da cultura pop. Desde a publicação inicial do primeiro romance de Ian Fleming em...

Curiosidades

Quando se escreve para um site de curiosidades, tudo acaba virando tema para post, até mesmo os mais bizarros que você possa imaginar. Eu...

Curiosidades

Ahhhhh, o Playstation 3… com esse console passei horas das minhas madrugadas acordado, jogando os mais diversos jogos. Eu fui ganhar o PS3 somente...

Curiosidades

Muito provavelmente, você já deve ter assistido ao lançamento de algum foguete pela TV ou Internet. Da mesma forma, você também já pode ter...

Curiosidades

Carros e barcos são meios de transporte completamente diferentes, não é mesmo? Enquanto um foi feito para percorrer as estradas mundo afora, o outro...

Curiosidades

Se você já assistiu a um show aéreo, onde aviadores treinados e altamente habilidosos realizam todo tipo de manobras ousadas no ar com suas...