Curiosidades

Por que a madeira estala quando está sendo queimada?

É muito divertido passar a noite acampado ao redor de uma fogueira, não é mesmo? Além do seu calor aconchegante que é muito bem-vindo em uma noite fria, o som de uma fogueira também é bastante relaxante. Claro que o som pode não ser a primeira coisa em que você pensa quando se fala em uma fogueira, mas a madeira em chamas realmente consegue fazer um estalo bem distinto, que muitos consideram bem tranquilizador. Mas afinal, por que isso acontece?

Para responder essa pergunta, precisamos primeiramente aprender um pouco sobre o fogo. O fogo é o resultado de uma reação química entre o oxigênio no ar e uma fonte de combustível, como madeira ou gasolina. Felizmente, a maioria das fontes de combustível não explodem espontaneamente, já que estão cercadas de oxigênio o tempo todo. Em vez disso, as fontes de combustível devem ser aquecidas até a temperatura de ignição para que ocorra a reação de combustão. No caso da madeira, a temperatura de ignição é de cerca de 150 ºC. A esta temperatura, o calor começa a decompor o material celulósico da madeira, que por sua vez assume várias formas: gases voláteis (fumaça), carvão (carbono puro) e cinza (minerais não queimados).

A queima real da madeira ocorre quando os gases voláteis atingem temperaturas em torno de 260 ºC, momento em que as moléculas se quebram e se recombinam com o oxigênio para formar água, dióxido de carbono e outros produtos no que chamamos de “processo de queima”. Ao mesmo tempo, o carbono combina-se com o oxigênio em uma reação muito mais lenta, dando origem ao que chamamos de “carvão”. De fato, o carvão é simplesmente uma madeira que foi aquecida até o ponto em que a maioria dos seus gases voláteis foram removidos.

Quando você coloca um tronco em uma fogueira, ele logo começa a queimar. Dentro da madeira, existem pequenos bolsões de fluidos, como água e seiva, de modo que enquanto a madeira queima, o fogo aquece esses fluidos como se estivessem em uma panela no fogão. O calor do fogo faz com que os fluidos dentro da madeira fervam primeiro e depois evaporem no vapor, que inicialmente fica preso no bolsões. No entanto, a madeira eventualmente cede, sendo que o estalo que ouvimos é simplesmente ela se dividindo ao longo de uma fenda e liberando o vapor do seu interior no fogo.

De fato, se você já tentou usar madeira molhada como lenha, provavelmente já deve ter notado que ela tende a estalar muito mais do que o normal. Isso acontece exatamente por causa do excesso de água preso em seu interior.

Interessante, não é mesmo? Compartilhe o post e deixe o seu comentário!

Você também pode gostar de