Curiosidades, Saúde

Corpo humano: Os maiores mitos que sempre acreditamos

Corpo humano: Os maiores mitos que sempre acreditamos

O corpo humano é cheio de surpresas e mistérios, com o avanço da tecnologia novas descobertas começam a surgir. Certamente você já chegou a ficar surpreso quando descobriu que algo na qual acreditava era mentira, não é mesmo? Com o nosso corpo não é diferente, muitas mentiras sobre ele são contadas e acabamos carregando conosco por muito tempo. Hoje vamos descobrir alguns mitos sobre o corpo humano que você precisa saber.

  • Muito se fala que o açúcar deixa a criança hiperativa, mas isso está completamente errado. O consumo em excesso do açúcar pode fazer mal sim, assim como tudo que é ingerido exageradamente, porém ele não chega a causar a hiperatividade nas crianças e estudos comprovam isso;
  • Várias vezes em que você esteve gripado, alguém te falou que não poderia tomar sorvete e nem nada gelado? Saiba que isso não passa de um mito. Nenhum alimento ou líquido gelado causam a gripe e nem influenciam nos sintomas. Ingerir sorvete por exemplo, pode aliviar a dor de garganta;
  • Em algum momento sua mãe deve ter lhe dito para não ler no escuro, pois iria prejudicar sua visão. Talvez esse seja um dos maiores mitos do corpo humano. Especialistas comprovam que ler em lugares mais escuros não faz mal à saúde dos olhos em longo prazo. Essa prática faz com que nossa vista cansem, mas após um tempo tudo volta ao normal;

    Mitos sobre o corpo humano

  • Há quem acredite que após a morte as unhas e os cabelos continuam a crescer, mas isso não passa de mais um mito. Quando morremos, a pele começa a encolher, assim dando a impressão de que os cabelos e unhas estão crescendo, porém devemos lembrar que após a morte, nosso corpo não  possui mais nenhum organismo ativo capaz de produzir células necessárias para esses crescimentos;
  • Muitos acreditam que usamos apenas 10% da capacidade do nosso cérebro. Esse mito ganhou força após o psicólogo William James fazer tal afirmativa no século 19. Estudos comprovam que utilizamos todo o nosso cérebro, porém não de uma vez só. Dependendo da atividade em que estamos executando, uma área expecífica trabalha mais que as outras;
  • Por muito tempo acreditamos que nossa língua era dividida por regiões e cada região era responsável por identificar um tipo de sabor. Nossa língua possui papilas gustativas, porém sentir o gosto acontece de forma universal.

Já passamos muito tempo acreditando nesses mitos, inclusive contávamos para outras pessoas. É comum que mitos como esses sejam espalhados a todos os momentos, porém a partir de hoje você já sabe, não é?

Curtiu as curiosidades de hoje? Não esquece de comentar e compartilhar esse post!

Leia Também: